18/03/2010

Número de consórcios que usam FGTS deve dobrar, diz Abac

Fonte: Agência Estado

Segundo Paulo Roberto Rossi, nova regra deve multiplicar número de consorciados que usam recursos do fundo para dar lance ou reforçar o valor da carta de crédito

Setor está bastante otimista com a regra (Foto: Divulgação)
Setor está bastante otimista com a regra (Foto: Divulgação)

Brasília – O presidente executivo da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcio (Abac), Paulo Roberto Rossi, acredita que a nova regra que amplia a partir desta quinta-feira, 18, o uso do FGTS deve dobrar o número de clientes do setor que usam o FGTS. Em 2009, pouco mais de 10 mil clientes – dos 60 mil consorciados de imóveis no Brasil – usaram os recursos do fundo para dar lance ou reforçar o valor da carta de crédito.

“Em torno de 15% a 20% dos nossos clientes já usam o fundo em algum momento. Agora, a participação deve dobrar no médio prazo”, disse o presidente à Agência Estado.

O setor está bastante otimista com a regra que havia sido aprovada no ano passado pelo Conselho Curador do FGTS, mas esperava regulamentação da Caixa. “Antes, tínhamos a expectativa de que o setor cresceria de 8% a 10% em 2010. Agora, essa expansão pode até dobrar com a entrada de novos clientes atraídos pelo uso ampliado do FGTS”, diz o representante das administradoras ao citar que os novos clientes devem vir principalmente da classe C.

O ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, disse mais cedo que a medida vai beneficiar trabalhadores. “Não é um número muito grande de trabalhadores que participam do FGTS que têm consórcio. Mas eu acho isso positivo porque o papel do FGTS é facilitar a vida do trabalhador. Isso ajuda a economia, é mais dinheiro circulando, e por consequência mais emprego. E o meu papel é ajudar gerar emprego”, afirmou o ministro.

LEIA MAIS:

TRABALHADORES PODERÃO USAR FGTS EM CONSÓRCIO IMOBILIÁRIO A PARTIR DE QUINTA-FEIRA

USO DE FGTS EM CONSÓRCIO DE IMÓVEL COMEÇA AMANHÃ

FGTS PODERÁ PAGAR CONSÓRCIO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.