23/03/2007

O melhor é perto de metrô ou de faculdades

Fonte: Jornal da Tarde

Essas localidades são as melhores opções para comprar imóvel para locar, pois são muito procuradas

Filipe Araujo/AEZap o especialista em imóveisA recém-inaugurada Estação de Metrô Chácara Klabin, na Zona Sul, fez subir o valor dos imóveis na região

Regiões que compreendem estações do Metrô ou terminais do recém-lançado Expresso Tiradentes e aqueles que englobam prédios de faculdades ou universidades são consideradas as melhores opções para aqueles que querem investir no mercado imobiliário para locação.

A gerente-geral de locação e vendas da Lello, Roseli Hernandes, conta que os imóveis de um ou dois dormitórios, direcionados para estudantes ou para famílias de classe média-baixa têm rendido bom retorno a muitos proprietários. “Quanto menor o imóvel, maior o percentual de rentabilidade. Apartamentos de um e dois dormitórios dão resultados de até 1% do valor do imóvel ao mês.

Segundo ela, bairros como Mooca e Tatuapé, na Zona Leste, e Lapa e Perdizes, na Zona Oeste, são aconselhados como áreas promissoras aos investidores. “Tudo o que tínhamos para alugar nessa região já foi alugado e, ainda assim, temos fila de gente esperando para alugar”, relata a gerente. Imóveis nas regiões do Ipiranga e Chácara Klabin, agraciadas recentemente com estações e terminais de transporte público também são indicadas.

De acordo com o diretor de novos negócios da Lopes Consultoria de Imóveis, Tomás Salles, a tendência da locação é se manter em alta. Ele conta que, em algumas regiões, porém, a rentabilidade pode ser menor que o esperado. “Regiões onde se têm muitos lançamentos, os preços da locação tendem a cair. Já em outros locais, a demanda é grande, e o investidor pode conseguir uma rentabilidade maior.”

Em alguns casos, ainda, o investidor se vê obrigado a reduzir o valor do aluguel e, conseqüentemente, a rentabilidade do imóvel, por conta das ofertas em novos empreendimentos. “Temos casos onde as prestações de novos investimentos estão vindo inferiores ao da locação. E o consumidor opta por adquirir um imóvel financiado a ter de pagar aluguel”, explica.

Por conta disso, recomenda-se uma pesquisa aprofundada e uma consultoria para avaliar as condições do mercado. “Se a pessoal não souber comprar não vai ter uma rentabilidade boa.” Ela diz que, em alguns casos, vale muito mais a pena custear uma reforma no imóvel antes de colocá-lo no mercado. “Tinha um imóvel de um cliente nosso que não estava muito bom e a garagem estava em péssimo estado. A pessoa o comprou e o transformou em um salão para comércio e hoje está rindo à toa, tirando 1,3% ao mês”, exemplifica a especialista.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.