30/05/2021

O papel do decorador no seu projeto de casa nova

Ao se deparar com um ambiente bonito e charmoso, logo se sente uma sensação de bem-estar. Para além da beleza, a funcionalidade também pode ser uma qualidade do espaço. Quem não sonha com essas características na casa nova? Para ter assertividade no projeto e alcançar essas qualidades, o decorador tem papel fundamental. Afinal de contas, ele vai ter o olhar profissional para deixar o ambiente com a cara do cliente, aliando bom gosto e funcionalidade. Além disso, apesar de muitos acreditarem que a contratação do profissional é um investimento extra, o decorador é capaz de gerar economia de tempo e dinheiro. 

Leia também

+ Escolher bem os quadros para decorar a sala faz toda a diferença no ambiente

+ Livros em casa devem ser acessíveis para estimular a leitura

+ Saiba como comprar e aplicar papel de parede sem erro

O papel do decorador é diferente do arquiteto em um projeto. “O decorador trata da parte de finalização, só a parte decorativa, como os acabamentos, revestimentos e objetos de decoração, por exemplo. Ele não faz a parte estrutural, como o arquiteto, que tem formação para a parte de construção e reforma”, explica Sophia Reinaux, arquiteta e decoradora. 

O papel do decorador é cuidar da finalização
Além da beleza, funcionalidade também faz parte do projeto de decoração

O toque de um decorador em um projeto pode deixar o ambiente harmonioso em relação aos objetos, iluminação, cores e medidas. E um bom profissional é capaz de agregar todas essas qualidades, que resultam em bem-estar, elaborando um projeto que deixe o ambiente a cara do proprietário. “O decorador pode ser bastante assertivo se ele tem a percepção de deixar o espaço com a cara do cliente, essa é uma premissa para atingir o briefing. A vantagem do profissional é que ele consegue enxergar aquele ambiente de acordo com que o proprietário está pensando e desejando. É uma arte conseguir captar um pensamento do cliente e transformar em um espaço físico, conseguir traduzir as palavras que o cliente colocou no briefing no ambiente, como aconchego e paz, por exemplo”, detalha Sophia Reinaux.

Papel do decorador: deixar o ambiente com a cara do cliente
Decoração pode trazer detalhes que remetam a coisas que o cliente gosta e que deixam o ambiente com a cara do dono

Além de deixar a decoração do ambiente bonita e funcional, o papel do decorador também passa por conseguir otimizar tempo e dinheiro no projeto de decoração do ambiente, buscando soluções mais econômicas ou que gastem menos tempo para a finalização. “O arquiteto tem compromisso com o projeto de arquitetura, com o projeto original. Já o decorador consegue dar alternativas para a finalização e não necessariamente precisa ter um determinado acabamento ou objeto decorativo, ele pode encontrar outras soluções. Por ter menos compromisso com a estrutura, ele pode ter soluções mais rápidas e alternativas ao projeto”, ressalta a arquiteta e decoradora. 

Leia mais

+ Cachorro em apartamento: como escolher o companheiro ideal para morar com você

+ Fique atento às instalações de cabeamento de internet no projeto do imóvel

+ Cresce a preferência por casas entre os que buscam imóveis residenciais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.