22/10/2003

O que é preciso para aproveitar ao máximo sua horta

Dicas são valiosas para quem tem ou pretende ter uma horta caseira

Fonte: Revista do ZAP

Você tem ou pretende ter uma horta em casa e quer tirar o melhor proveito dela? Então veja dicas de como prepara e cultivar as hortaliças.

horta em casa
Saiba cultivar uma horta e colher temperos frescos para a cozinha (Foto: Shutterstock)

+ Aprenda a criar e cultivar uma horta em casa em pequenos espaços. Veja o vídeo

+ Confira dicas para fazer uma horta em apartamento

Solo
De acordo com o produtor de hortaliças Klaus Rüdiger, da Agro Industrial Caritu, no interior de São Paulo, antes do plantio é preciso soltar a terra, livrando-a de torrões e ervas daninhas. “Costumo adicionar composto orgânico ao solo um mês antes do plantio”, explica ele. Ronaldo da Silva Lima, da empresa Sabor de Fazenda, completa que esse também é o momento de acrescentar areia à terra, para garantir a drenagem da água.

Composto orgânico
A receita é do consultor botânico Samuel Jorge de Mello, da Exótica Paisagismo. Escolha um canteiro, coloque uma camada de esterco, uma de folhas secas e uma de terra (cada uma delas com cerca de 10 centímetros), intercalando as camadas até a altura desejada – a última deve ser de terra. Após esse procedimento, cubra tudo com uma lona, para favorecer o aquecimento e acelerar o processo de decomposição.

O adubo orgânico estará pronto quando não soltar mais cheiro ruim e permanecer na temperatura do ambiente. Durante a fase de decomposição, a temperatura sobe, podendo chegar aos 60 graus.

horta em casa adubo
Compostagem doméstica produz um adubo de qualidade para o seu próprio plantio (Foto: Divulgação/Morada da Floresta)

Equilíbrio Natural

Em sua fazenda, no interior de São Paulo, o casal Klaus e Ulla Rüdiger produz e comercializa, entre outras hortaliças, alho-poró, cheiro verde, rúcula, escarola, rabanete, alface e cenoura, além de frutas e ovos – tudo cultivado de forma orgânica. A horta foi planejada respeitando-se o equilíbrio natural e sem o uso de fertilizantes ou inseticidas.Para isso, foram plantadas espécies frutíferas que atraem passarinhos. Desta forma, explica Klaus, a cadeia alimentar foi mantida e, assim, as próprias aves se encarregam de fazer o controle de algumas das pragas que atacam a horta. “Eventualmente, também pulverizamos defensivos naturais, como calda bordalesa e chá de fumo”, complementa o produtor.

Quanto ao adubo, tudo o que se usa na horta, é proveniente da decomposição de capim e esterco de galinha produzido por lá mesmo (as aves também são alimentadas com ração orgânica). “Na época de chuvas, em seis meses de decomposição, tenho composto orgânico pronto e de excelente qualidade para o plantio”, exalta Klaus.

Profundidade
Ronaldo, da Sabor de Fazenda, diz que 20 cm de profundidade são suficientes para o plantio das hortaliças. “Já no caso da beterraba e cenoura, por exemplo, as covas devem ter, em média, 35 cm.”

Rotação de culturas
Plantar seguidamente a mesma hortaliça, segundo os profissionais consultados, acaba por esgotar o solo. A dica, a cada novo plantio, é fazer uma rotação que, em linhas gerais, segue a seqüência folhas (couve ou alface), raízes (beterraba ou cenoura) e frutos (tomate ou berinjela).

Água
Cada hortaliça tem uma necessidade diferente. Veja mais detalhes em “Cuidados com o plantio”.

Em caso de pragas
Mesmo tendo todo cuidado no cultivo, pragas podem aparecer. Como se trata de cultivo orgânico, a melhor forma de detê-las são defensivos naturais. Acompanhe a receita da calda de bruxa, que a paisagista e ambientalista Maria Eugenia Prada usa em sua horta:

Ferva 10 litros de água, desligue o fogo e adicione 100 gramas de fumo de corda até dissolvê-lo. Deixe a mistura separada. Macere 20 gramas de pimenta, em uma garrafa com tampa, junte um litro de álcool e deixe descansando (este preparado pode ser armazenado por alguns meses, se bem tampado). Por fim, dissolva 50 gramas de sabão neutro em um litro de água quente.

Para preparar a calda, coloque, em um pulverizador com capacidade para 20 litros, um litro do extrato de fumo, ½ copo do extrato de pimenta e a solução de sabão. Agite e complete com água. A paisagista recomenda esperar cinco dias entre a pulverização e a colheita. A receita não deve ser usada contra as pragas do tomate, pimentão, berinjela, batata inglesa e jiló. Isso porque essas espécies pertencem à família do fumo e da pimenta e, neste caso, pode haver risco de transmissão de doenças.

Ventos fortes
Se o local escolhido para abrigar a horta for sujeito a ventos fortes, Klaus explica que é preciso evitar que eles atinjam diretamente as hortaliças. “Uma opção para isso é o plantio de espécies vegetais, formando cercas vivas, ao redor dos canteiros”, indica.

Cobertura de horta
Geralmente, cobre-se o solo da horta para protegê-la do sol muito forte e das chuvas. A cobertura no canteiro pode ser feita com serragem, palha de trigo ou palha de milho, na época da semeadura.

Dica: esse cuidado é necessário nas hortas mais extensas.

 

+ Veja ideias para organizar um churrasco caprichado na sua casa

+ Conheça a mansão do jogador Thiago Silva no Rio de Janeiro

+ Aprenda a proteger móveis de madeira que ficam expostos

+ Saiba como cinco celebridades fazem refeições ao ar livre

+ Transforme seu quintal em uma sala de estar ao ar livre. Assista ao vídeo

 

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.