24/12/2008

O uso da assimetria traz sensação de movimento à decoração

Fonte: O Globo

Arquitetos jogam diferentes formatos em seus projetos

Fotos: DivulgaçãoZap o especialista em imóveisEmílio Cardoso e Vera Bastos apostaram na estande irregular

A mistura de formas na decoração é capaz de criar ambientes lúdicos e exclusivos. Arquitetos, decoradores e designers de interiores tiram proveito das diferenças dos formatos para compor seus projetos.

Zap o especialista em imóveisPoltrona retangular, mesa de centro quadrada e bolas com estampas de quadrado

A dupla de arquiteta Emília Cardoso e Vera Barros brincou com as formas na integração dos ambientes das salas de estar e jantar de um apartamento na Barra da Tijuca. Elas desenharam uma estante irregular de marcenaria com nichos paralelos horizontais e iluminados, onde foram colocadas esculturas de vidro coloridas de diferentes tamanhos. A dupla também apostou em objetos de design como a cadeira em formato triangular junto à mesa de centro retangular onde foram colocadas bolas com estampas de quadrados.

– Decorando geometricamente conseguimos um efeito único e exclusivo para o projeto – afirma Emília.

Zap o especialista em imóveisProjeto assinado pela designer Roberta Dellisati

A designer de interiores Roberta Devisate também investe na assimetria em seus projetos. No quarto do bebê, foram criada uma estante com linhas retas e circulares que dão a sensação de movimento e leveza ao projeto. Já na sala de estar Roberta trabalhou com poltronas ovais e móvel com linhas retas.

Atentos ao interesse dos profissionais em quebrar a monotonia das formas, as lojas e designers criam, cada vez mais, peças inovadoras e até curiosas. A Velha Bahia e a Way Design, por exemplo, contam com opções assimétricas bem diferenciadas como a mesa lateral C, estante com nichos irregulares em madeira e o aparador AC em laca brilhosa preta e dourada, assinado pelo designer André Cruz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.