13/11/2009

Obras para revitalizar o Morro da Conceição

Fonte: O Globo

Um dos berços da ocupação do Rio, o Morro da Conceição, na Saúde, vai passar por um banho de loja durante as obras de revitalização da Zona Portuária da cidade. A primeira fase do projeto Porto Maravilha prevê que becos e vielas da comunidade centenária ganhem nova rede de drenagem. Além disso, estão planejadas obras de contenção de encostas em trechos críticos. As calçadas serão recuperadas e adornadas com jardins. Todo o cabeamento de iluminação pública, que hoje forma um emaranhado de fios, comprometendo a paisagem, será reinstalado em galerias subterrâneas. E parte dos monumentos históricos da área, como a antiga casa da guarda e o mictório público, também serão restaurados conforme seus desenhos originais.

PROJETO PREVÊ MELHORIA NA ILUMINAÇÃO PÚBLICA DA ÁREA – As intervenções, que atingirão 26 becos, vielas, travessas, caminhos e ladeiras do simpático recanto encravado no Centro da cidade, fazem parte de um pacote de obras que será licitado pela prefeitura em 8 de dezembro. Orçado em R$ 127.085.284,01, o lote inclui ainda intervenções na infraestrutura viária e de redes de abastecimento de água, coleta de esgoto, gás, iluminação pública, sinalização e telefonia, além de mobiliário urbano, de um trecho do Porto entre a Praça Mauá e a Rua Barão de Teffé.

Estão previstas a derrubada de uma rampa de acesso ao Elevado da Perimetral, localizada na Avenida Rodrigues Alves, em frente ao armazém 3, a reurbanização da Praça Mauá e a reestruturação completa de trechos das avenidas Rodrigues Alves, Venezuela e de oito ruas da área.

A concorrência é pela modalidade de menor preço e o prazo de conclusão dos trabalhos é de três anos. A licitação é a segunda realizada pela prefeitura dentro do projeto Porto Maravilha. A primeira – relativa à construção de um parque urbano no antigo Píer Mauá – foi vencida pela empreiteira OAS, que f e z u m a p r o p o s t a d e R $ 26.861.914,66. O píer já foi cercado por tapumes e as obras se encontram em fase de sondagem de terreno, segundo informou a Secretaria municipal de Obras.

ARQUEÓLOGO ACOMPANHARÁ AS OBRAS DO PORTO – Por conta dos mais de quatro séculos de história daquela área da cidade, as obras no Morro da Conceição e arredores terão que ser obrigatoriamente acompanhadas por um arqueólogo. O edital prevê que a empreiteira que ganhar a concorrência contrate o profissional, que ficará responsável por recolher e catalogar objetos eventualmente encontrados durante as escavações na Zona Portuária. O cuidado se estenderá aos paralelepípedos e meios-fios do Morro da Conceição que, uma vez retirados para o assentamento de galerias e tubulações, terão que ser repostos sem perdas para o conjunto arquitetônico.

Na casa da guarda e no mictório público, as telhas terão que ser preservadas, passando por um processo de lavagem e impermeabilização. As que estiverem em mau estado terão que ser repostas por peças confeccionadas no mesmo padrão das originais. Esquadrias e portas em madeira terão o mesmo tratamento. O projeto inclui ainda a troca de todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias dos dois imóveis históricos.

ENCONTRE SEU IMÓVEL NO ZAP:

LEIA MAIS:

CONDOMÍNIOS DE LUXO AGORA TÊM GESTÃO “PERSONNALITÉ” EM SP

PREFEITURA ESTUDA FAZER A CALÇADA E COBRAR NO IPTU

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.