27/01/2007

Os materiais do sistema elétrico

Fonte: Jornal da Tarde

Quadro de distribuição Deve ser metálico ou de material não-combustível, tanto na sua parte interna como na externa. Se o quadro de luz for antigo ou de madeira, por exemplo, é aconselhável trocá-lo Disjuntores Funcionam como um guarda costa da instalação elétrica e desliga toda vez que sua capacidade é ultrapassada. Nesse caso, é necessário … Continue lendo “Os materiais do sistema elétrico”

Quadro de distribuição

Deve ser metálico ou de material não-combustível, tanto na sua parte interna como na externa. Se o quadro de luz for antigo ou de madeira, por exemplo, é aconselhável trocá-lo

Disjuntores

Funcionam como um guarda costa da instalação elétrica e desliga toda vez que sua capacidade é ultrapassada. Nesse caso, é necessário verificar o problema e, depois que ele estiver sanado, religá-lo. O disjuntor serve para proteger os fios contra sobrecargas, não os equipamentos. Portanto não se deve substituir os disjuntores sem antes avaliar os fios dos circuitos, pois eles precisam ser trocado a cada queda como fusível

Fiação

A escolha do tamanho do fio depende da carga que será necessária em cada circuito. As bitolas mínimas recomendadas são de 1,5mm para iluminação e 2,5mm para tomadas de força. No caso do chuveiro, a bitola recomendada é de, no mínimo,
6 mm também para o fio terra

Interruptores e tomadas

A distribuição dos fios até esses pontos requer estudo minucioso das necessidades da casa para evitar que fiquem sobrecarregados e incentivem o uso de ‘extensões’ e ‘benjamins’. Coloque sempre mais tomadas que o mínimo obrigatório

Dispositivo DR

Instalado no quadro de distribuição, o dispositivo diferencial-residual é um interruptor automático que desliga correntes elétricas de pequena intensidade que um disjuntor comum não consegue detectar, mas que podem ser fatais para o corpo humano

 

Leia mais

 

Programa verifica prédios antigos

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.