15/05/2013

Paisagismo despojado e clean valoriza arquitetura contemporânea em casa de lazer no litoral do Rio Grande do Sul

Paisagismo despojado e clean valoriza arquitetura contemporânea em casa de lazer no litoral do Rio Grande do Sul

Fonte: Revista do ZAP

Projeto para casa de fim de semana foi pensado em conjunto por arquitetos, paisagistas e arquitetos de interiores

Era para ser apenas mais uma casa com amplo jardim em um condomínio em Atlântida, no Litoral Norte gaúcho. Mas o projeto desta residência de fim de semana chama a atenção pelo minucioso trabalho entre arquitetos, paisagistas e arquitetos de interiores.

 paisagismo


 

Além de contemplar as necessidades de um casal com três filhos adolescentes – uma morada prática, funcional e confortável para receber amigos e familiares –, o pedido foi de que a construção de 428 metros quadrados tivesse um design diferenciado.

“Já de largada foi um projeto incomum. Os clientes queriam uma casa moderna e ousada que fugisse do que já existia no condomínio. Eles vieram com referências, mas não com uma ideia preconcebida e definitiva, o que foi muito bom”, revela a arquiteta titular do escritório Bruna Jany Arquitetura, autora do conceito arquitetônico.

Destacam-se-se na fachada de reboco rústico pintado no tom fendi os volumes revestidos com pedra prata gaúcha, recurso também usado internamente na escada e na cabeceira da cama do casal.

“Nossa intenção foi manter uma identidade entre o exterior e o interior. O resultado foi uma harmonia agradável e que contempla os desejos dos moradores”, comenta a arquiteta Ana Paula Queruz, do escritório Maria Christina Rinaldi Arquitetos, que desenvolveu a ambientação da residência.

Verde resistente e perene
Se a arquitetura irrompe ao primeiro olhar, é no paisagismo realizado em 200 metros quadrados no entorno que o projeto recebeu o arremate conceitual.

“A ideia foi seguir a linguagem já empreendida, trabalhando em cima de um despojamento chique e contemporâneo, tudo a ver com os donos”, diz o arquiteto paisagista Fernando Thunm, do escritório Fernando Thunm Arquitetura e Paisagismo.

Para isso, Thunm usou espécies perenes, resistentes e de coloração integralmente verde – kaizuka, tuia-jacaré, azaleia, capim-verde e capim-azul, fórmio vermelho e liriope verde – que poderiam estar em outros tipos de solo e de clima.

“Este jardim poderia estar exatamente igual, por exemplo, na Serra”, diz o autor.

Na entrada, os três álamos destacam a verticalidade da fachada e, ao lado da elevação de 50cm de altura, garantem privacidade ao dormitório do térreo.

Numa das laterais da casa, a oliveira cinquentenária de quase 6m de altura foi plantada estrategicamente em frente ao vão de vidro temperado – 4,80cm de largura por 5,75cm de altura –, que permite que a espécie seja vista tanto da escada quanto do living social.

“O verde é contemplado desde dentro e não só quando se chega ou sai. Aqui, a família desfruta e não os vizinhos, como ocorre geralmente”, finaliza Thunm.

Estética e conforto alinhados

 paisagismo


 

Nos fundos da casa à beira de um lago, o destaque é a piscina de borda infinita com 2,90 de largura por 5m de comprimento. À luz do dia, o diferencial fica por conta do deque de madeira grápia no tom natural em formato de L que abraça a piscina revestida de pastilhas azuis.

“Esse deque foi construído no mesmo patamar do lado interno para dar a impressão que a piscina escoa em cima dele, proporcionando interessante efeito estético na área de lazer”, explica o arquiteto paisagista titular do escritório Fernando Thunm Arquitetura e Paisagismo.

A vegetação utilizada no projeto paisagístico da fachada posterior, assim como na frontal, foi engendrada para realçar a arquitetura da casa e servir às necessidades da família. Dessa forma, o verde exuberante preenche planejadamente o terreno, cobrindo ou deixando o que se quer.

Numa das laterais, destacam-se espécies como os ciprestes kaizukas que, de forma cônica e alongada, garantem a privacidade e volume em combinação ainda com os pitósporos variegatos e as tuias-jacarés.



Leia mais:
>> Projeto cria ambientação clássica para casal com mais de 70 anos
>> Décor provocante marca projeto de interiores de clube noturno em Porto Alegre

Tags: paisagismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.