26/12/2012

Paisagismo em casas de veraneio no litoral gaúcho redefine fachadas e entornos

Paisagismo em casas de veraneio no litoral gaúcho redefine fachadas e entornos

Fonte: Revista do ZAP

Projetos realizados em residências em Atlântida valorizam jardins e áreas de lazer

Para valorizar a fachada desta morada de linhas retas e arquitetura contemporânea, erguida em um condomínio de Atlântida, no litoral norte, a arquiteta paisagista Evelise Vontobel, do escritório Tellini Vontobel Arquitetura de Exterior, formatou uma proposta de vegetação limpa.

Evelise Vontobel / Divulgação

O projeto, implantado na área de quase mil metros quadrados, é marcado por um número reduzido de plantas – palmeiras,fórmios e pândanos – plantadas repetidamente, reforçando a proposta.

“As espécies escolhidas para esse projeto são bastante esculturais, de expressão acentuada, que entraram como elementos arquitetônicos ao redor da casa de veraneio. Investimos em menos espécies, mas mais impactantes”, enfatiza Evelise.

Evelise Vontobel / Divulgação

A pedido dos donos, a antiga piscina de fibra de vidro foi mantida intacta no projeto de atualização. Para reduzir o impacto visual da peça preexistente nos fundos da casa e integrá-la à nova proposta, a autora projetou um deque de madeira estreito ao redor de toda a piscina, sobreposto à borda de fibra azul, encobrindo o acabamento antigo. Espécies densas garantem a privacidade.

Evelise Vontobel / Divulgação

E foram criados dois quadros de piso cimentício branco sobre o gramado, redutos para as espreguiçadeiras de fibra sintética que marcam o espaço do lazer intramuros.

“Os blocos dão uma diferenciada e evitam uma imagem dominada pelo deque de madeira. Misturando materiais e elementos, enriquecemos o projeto”, conclui.

Proposta maciça
No projeto paisagístico desta segunda casa, também em um condomínio em Atlântida, o desafio era valorizar a entrada principal que ficava em segundo plano em relação à garagem.

Para isso, Evelise criou na frente da casa um eixo principal centralizado por uma palmeira, em conjunto com um caminho circular de pedras caxambu que direcionam os dois acessos. O farto paisagismo frontal no terreno de 588 metros quadrados é marcado por espécies robustas como pinheiros e agapantos roxo, além de buxos podados. Espécies de pinheiros ao lado do pórtico de entrada da residência estão entre as espécies que se adaptam ao solo litorâneo.

“Mostramos uma alternativa de acesso em vez da linha reta. Criamos uma surpresa”, resume Evelise.

Nos fundos, destacam-se os altos jerivás de mais de 5m de altura ao redor da piscina de raia com 16 metros quadrados de área, além das diferentes gramíneas, por onde a estrutura pode ser acessada.

Leia mais:
>> Jardim no litoral paulista tira partido do terreno acidentado com projeto charmoso
>> Jardim desenhado: paisagismo une estética e funcionalidade
>> Veja casas à venda em Atlântida

Tags: paisagismo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.