25/01/2008

Para seduzir o cliente

Fonte: Jornal da Tarde

Incorporadoras fazem de tudo para convencer o comprador a fechar negócio o quanto antes

Carrinhos de golfe para levar os visitantes para conhecer
o terreno, degustação de pratos, um passeio de balão para poder ver a vista do futuro apartamento. Todas essas situações são reais e estão disponíveis para os clientes em estandes de São Paulo. E, seja qual for o artifício, o objetivo das
construtoras e incorporadoras é sempre impressionar o potencial comprador.

Marcelo Ximenez/AEZap o especialista em imóveisEstande de empreendimento imobiliário na Vila Carrão, com decoração que lembra a de um restaurante sofisticado e modelo de apartamento decorado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

“A gente percebeu que quando não tinha apartamento decorado, o cliente saía com a planta, para pensar, para ver se as coisas dele iriam caber no apartamento, e muitas vezes a gente perdia o cliente”, explica Cristina Lacerda, diretora de planejamento da Yuny.

Além de poder dar uma idéia real do que o cliente vai ter quando o apartamento que ele comprou ficar pronto, os grandes estandes também querem vender sonhos. “Queremos levar ao cliente uma experiência do que ele irá usufruir no futuro”, diz o diretor comercial da Agra Incorporadora, Eduardo Telles.

“Em Santos, nós exploramos muito isso, com um estande bem
montado, com som, aromatizador de ambientes. Além disso,do
decorado dá para ver o mar e o bosque”,completa Cristina, da
Yuny.

O estande de vendas chegou a tamanha sofisticação, porque, segundo Carlos Kapudjian, diretor de Atendimento da Lopes, ele nada mais é do que uma loja. “O estande deve ser pensado assim.Como uma loja de luxo. Com produtos mais elaborados, e com muitas unidades, você percebe que tem de montar uma loja à altura”, conclui.

Uma tendência com jeitinho brasileiro

Estandes luxuosos e milionários, como os que estão espalhados
na Grande São Paulo, não são encontrados em nenhum outro
lugar do mundo. Isso porque foi a característica bem brasileira
de comprar imóveis na planta que levou as incorporadoras brasileiras a investir cada vez mais nos estandes.

“Em países com mercado maduro, a oferta de crédito permite
que a pessoa compre pronto e financie 100%. No Brasil não é assim, e o cliente acaba comprando na planta para poder se preparar economicamente durante a obra. E claro, o imóvel sai mais barato”, diz Eduardo Telles, da Agra Incorporadora.

“Além disso, o fato de o brasileiro ter a cultura da casa própria ajudou. Todo brasileiro sonha em comprar um imóvel”, diz Cristina Lacerda, diretora de planejamento da Yuny.

Com esse modelo de negócio, as incorporadoras desenvolveram toda uma logística para manter os estandes e apartamentos decorados. Quanto mais tempo ele ficar montado, melhor. Por isso, muitas vezes é alugado um terreno
vizinho, para que o estande não seja todo desmontado com o
início das obras.

Além disso muitos objetos e o mobiliário colocados nos decorados ou são reaproveitados em outros empreendimentos ou são leiloados. Quando o decorado é montado dentro do empreendimento, na maioria das vezes ele é vendido com tudo dentro.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.