22/09/2008

Para todos os sabores

Fonte: Jornal da Tarde

Cozinha para a avó que gosta de cozinhar para a família e para o solteiro que tem pouco espaço

As cozinhas estão tão personalizadas que ter armários antigos recuperados e um mínimo de móveis planejados pode ser a melhor solução. É o que acontece na ‘cozinha da família’, projetada pelas arquitetas Betina Barcelos, Karina Salgado e Andrea Bugarib , da In House Design de Interiores . “Optamos por móveis retrô, com peças de antiquário como a mesa que depois foi pintada de amarelo e as cadeiras em tom de uva. Os armários de louças também são antigos. Apenas os móveis da ilha de preparo dos alimentos são planejados,desenhados por nós e executados por um marceneiro”, diz Andrea.

A cozinha da família foi projetada pelas arquitetas para uma ‘avó que trabalha’, mas ao mesmo tempo fica bastante em casa onde gosta de cozinhar para receber a família. Para deixar o ambiente aconchegante, as arquitetas revestiram duas vigas já existentes no ambiente com azulejos antigos. “Para fazermos uma composição bonita compramos os azulejos no cemitério dos azulejos apenas nas cores que estavam presentes no projeto, como vinho e uva. Depois fizemos uma composição no chão e as vigas foram revestidas de acordo com essa composição. Essa é uma solução bacana, desde que bem pensada e executada, e que não onera o ambiente. Gastamos R$ 900 nos azulejos para uma área grande”, completa Andrea.

Para a cozinha de um solteiro, as arquitetas Fernanda Pinto Coelho e Simone Meirelles também tiveram inspiração retrô, mas tiveram que compactar o projeto para um ambiente de 20 metros quadrados, que abriga a cozinha e ainda um pequeno estar. “Começamos esse projeto como fazemos com os nossos clientes: sempre pensando primeiro nos equipamentos que o cliente tem e os que usa de fato. Porque não adianta ter um monte de eletrodomésticos e ter de arrumar espaço para eles se não for usá-los. Depois de definido o que vai realmente ficar na cozinha, tiramos todas as medidas dos eletrodomésticos para depois encomendar os móveis planejados”, diz Simone.

Como o dono da cozinha projetada pelas arquitetas prepara apenas refeições rápidas e gosta de receber os amigos, a cozinha tem geladeira, adega para vinhos e mais uma geladeirinha apenas para cerveja. “A geladeira principal é antiga, uma Frigidaire de 1949 que foi recuperada e pintada de preto. Algo perfeitamente viável para quem não usa muito a cozinha”, diz. O ambiente é revestido apenas na área molhada, e uma parede foi pintada com cor forte. “Essa é uma boa dica: ousar na cor de alguma parede e deixar os móveis em tons mais neutros. Pois a parede é fácil repintar.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.