10/01/2012

Parcela única do IPTU 2012 de Caxias do Sul vence em 24 de fevereiro

Parcela única do IPTU 2012 de Caxias do Sul vence em 24 de fevereiro

Fonte: Revista do ZAP

O reajuste do imposto será de 6,26% e os descontos para quem optar pelo pagamento de uma só vez variam de 10% a 15%

Os caxienses já podem se organizar para pagar o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2012. Ao contrário do ano passado, quando o vencimento da cota única foi esticado para março em razão de mudanças na legislação, este ano o imposto volta a vencer em fevereiro para quem optar pelo pagamento de uma só vez, com descontos que variam de 10% a 15%. A data de vencimento da parcela única será 24 de fevereiro.

A prefeitura deve começar o envio dos carnês na última semana de janeiro para que, no início de fevereiro, os contribuintes já estejam com os boletos em mãos.

De acordo com o secretário da Receita, Ozório Rocha, o reajuste de 6,26% é resultado de uma média feita com os acumulados do ano de três indicadores de inflação: o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) e o Índice de Preços ao Consumidor (IPC).

A expectativa é que em torno de 73% dos contribuintes paguem o imposto em cota única, índice um pouco maior do que no ano passado, quando se esperava que 70% das pessoas quitassem o valor no primeiro vencimento. Para quem está em dia com o município, o desconto é de 15%. Já para aqueles que têm dívidas até 31 de dezembro, o desconto passa a 10%. O pagamento pode ser, ainda, parcelado em seis vezes. A data do primeiro vencimento, nesse caso, é 10 de abril.

“É um desconto muito bom, não tem investimento que dê esse retorno. Privilegia o contribuinte e a prefeitura, que já começa o ano com dinheiro em caixa”, projeta Rocha.

A estimativa do governo municipal é arrecadar R$ 60 milhões com o tributo, parte em razão do reajuste, mas muito mais em função do aumento do número de imóveis. Só no ano passado, foram 6 mil novos cadastros. Conforme o secretário, os valores arrecadados com o IPTU não têm uma destinação única. A renda é utilizada em compromissos agendados no ano anterior, como, por exemplo, a obra da represa do Arroio Marrecas, na pavimentação de ruas e obras no bairro Fátima Baixo.

Juntamente com a cobrança do IPTU, os munícipes receberão a taxa de coleta de lixo, que também recebe correção inflacionária. Os valores variam conforme a natureza do imóvel. Para os espaços industriais, a taxa depende da metragem da área construída. Para residenciais, é levado em conta o número de vezes que o caminhão de coleta atende a área. Segundo o secretário Rocha, em 2011 o maior valor residencial chegou a R$ 249. Este ano, o máximo chega a R$ 270.

Leia mais:
>> Apartamentos para comprar em Caxias do Sul
>> Casas para comprar em Caxias do Sul
>> Anuncie seu imóvel no Pense Imóveis

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.