05/01/2007

Parceria ‘acelera’ negócios

Fonte: Jornal da Tarde

Acordo do Unibanco com Rede Secovi permite checar em até 30 minutos se cliente financiará compra de usado

DivulgaçãoZap o especialista em imóveisBraga, do Unibanco: “As operações têm crescido em ritmo superior a 30%”

As imobiliárias da capital também podem contribuir para aumentar a velocidade de aprovação de crédito. Empresas filiadas à Rede Secovi, criada pelo Sindicato da Habitação, o Secovi-SP, firmaram parceria com o Unibanco que permite checar em até 30 minutos se o cliente poderá financiar a compra do imóvel usado pelo banco.

O coordenador-geral da Rede, Elbio Fernandez Mera, comemora a agilidade que a parceria deve trazer para os negócios. “Os clientes da rede têm ainda mais vantagens. Nunca foi tão simples receber o dinheiro da venda ou conseguir financiamento para a compra de um imóvel”, comenta o sócio da Fernandez Mera, uma das 23 imobiliárias que fazem parte do ‘pool’ de negócios.

Analisar a capacidade de pagamento dos compradores de uma forma tão rápida é um dos trunfos do Unibanco para conseguir se destacar na área de financiamentos imobiliários, que chamou a atenção dos bancos e será um dos principais filões em 2007.

A outra ponta do negócio está em conseguir que o dinheiro seja liberado para os vendedores o mais rápido possível. “Nós conseguiremos fazer essa liberação em 17 dias úteis”, promete Rogério Braga, diretor de crédito imobiliário do banco.

Com a implementação do sistema na própria imobiliária, e conhecedor da renda do comprador, o corretor é capaz de dizer na mesma hora qual o valor máximo disponível para empréstimo, e quanto será preciso dar como entrada.

Por enquanto, as vantagens estão disponíveis apenas para a carteira das 23 imobiliárias filiadas à Rede Secovi, cujos imóveis são vendidos em regime de exclusividade.

Após a análise do crédito, Braga diz que o apartamento ou a casa é avaliado em até três dias e, depois, o comprador só precisa providenciar a documentação necessária.

Classe média

Com o acordo, o Unibanco espera conquistar espaço num dos mercados com maior potencial para captação de recursos para a compra da casa própria: o da classe média.

“Nossas operações no segmento têm crescido num ritmo superior a 30%. Pretendemos manter essa expansão de forma consistente”, avalia Braga.

Após as mudanças nas regras para a concessão de crédito habitacional, o Unibanco lançou uma linha com prestações fixas para financiar imóveis com valor entre R$ 40 mil e R$ 350 mil. Com prazo de pagamento de até 15 anos, o banco aceita financiar até 70% do valor do bem.

Em contrapartida, nos planos com taxas pós-fixadas – com aplicação da TR para reajustar o saldo devedor -, o Unibanco aumentou o prazo de pagamento para 20 anos e financia até 80% do valor para os imóveis com o valor máximo de R$ 400 mil.

Para facilitar a compra dos imóveis usados, o Unibanco também estuda implementar um financiamento adicional, no qual o comprador pode alienar outro imóvel que esteja em seu nome para assegurar o pagamento da entrada.

“Muitas vezes, um cliente depende da venda do apartamento em que já mora para fechar o negócio. Nós vamos emprestar o dinheiro e dar para o cliente seis meses para que ele consiga se desfazer da casa antiga”, justifica Braga.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.