13/01/2016

Saiba como instalar parede de drywall

Engenheiros dão dicas para você dividir ambientes

Fonte: Revista do ZAP

Se você é um adepto do estilo faça você mesmo, que está cada vez mais em alta entre as pessoas, saiba que você pode mexer também com parede de drywall em grande quantidade. Com a ajuda de engenheiros do site Engenheiro no Canteiro nós separamos dicas importantes para você fazer sua parede em casa.

+ Armários são usados como paredes secretas. Veja ideias

+ Use molduras para fazer decoração criativa de paredes

O passo a passo serve como seu guia de execução de drywall. Ele está estruturado em quatro tópicos. Cada um deles contém comentários e dicas indispensáveis, que vão orientá-lo e esclarecer muitas dúvidas.

1 – Planejamento;

2 – Montagem da Estrutura;

3 – Fixação das Placas de Gesso Acartonado, Isolamento e Infraestrutura;

4 – Acabamento.

Parede de drywall é uma boa opção para dividir ambientes (Foto: Shutterstock)
Parede de drywall é uma boa opção para dividir ambientes (Foto: Shutterstock)

Se você conhece pouco sobre o assunto drywall, você pode assistir o vídeo a seguir para conhecer alguns dos termos e as etapas básicas desse sistema de construção à seco.

Além desse vídeo existem muitos outros na internet, a diferença é que a maioria deles ensina o que é, mas não como fazer. Por isso, fizemos esse passo a passo para guiá-lo no processo de execução.

Onde usar parede de drywall?

Drywall é o nome do sistema construtivo, sua forma mais comum no Brasil é a composta por placas de gesso acartonado e estrutura metálica, sendo que essa composição deve ser utilizada preferencialmente em paredes internas. O drywall também pode ser feito com outros materiais no lugar do gesso acartonado, como placas comentícias ou de madeira.

Mas onde vale a pena instalar parede de drywall? Essa é uma questão até certo ponto imprevisível, pois depende de vários fatores externos. Por esse motivo, enumeramos algumas situações em que realmente o drywall é uma escolha mais interessante:

– Divisórias de ambientes: paredes que não separam totalmente ambientes (não precisa nem de isolamento acústico).

– Shafts: Regiões de passagem de tubulações, dutos, etc.

– Locais onde a estrutura não seja projetada para suportar a carga de uma parede de alvenaria, que é muito mais pesada.

placas drywall
O drywall não foi feito para suportar tanto peso (Foto: Shutterstock)

Planejamento

1 – Definir o local das paredes, portas e janelas: esse planejamento pode ser feito de forma simples, basta fazer desenhos com as medidas das posições de cada abertura. Esse estudo inicial ajudará na hora da compra de material e reduzirá erros e desperdício.

2 – Paginação das placas: é importante planejar por onde será iniciada a colocação das placas, isso evita alguns erros inconvenientes como tiras muito finas ou juntas sobre quinas de portas. Para locais molhados, como banheiros e cozinhas, é aconselhado
o uso de placa do tipo resistente à umidade, que são vendidas na cor verde.

3 – Posicionar tomadas, conduítes e canos.

4 – Reforços: se você for apoiar uma TV na parede, por exemplo, é importante colocar um reforço.

5 – Materiais e ferramentas: antes de começar é preciso ter os materiais e ferramentas necessários, certifique-se disso. Quando colocamos metais diferentes em contato pode haver corrosão, por isso, devemos usar apenas perfis e parafusos específicos para drywall. Também é importante evitar o contato de canos de cobre com a estrutura metálica.

mesa jantar
Definir onde a parede será instalada é importante para evitar erros (Foto: Shutterstock)

Montagem da Estrutura

Guias: perfis metálicos, presos no piso e no teto, que “seguram” a parede no lugar.

Marcar local: é importante que uma esteja exatamente sobre a outra, caso contrário a parede ficará fora de prumo.

Banda acústica: essa é uma fita emborrachada que fica entre a guia e o piso (ou parede) que ajuda a evitar a passagem de som.

Obs: quando o isolamento acústico for dispensável, a banda acústica é desnecessária.

banda acustica
Banda acústica para drywall pode ser encontrada por R$ 25,84 na loja Artesana (Foto: Reprodução/Artesana)

Fixar as guias: podem ser presas com parafusos e pinos.

Montantes: perfis metálicos que ficam na vertical.

Local: posicioná-los de forma que seja possível parafusar as placas, ou seja, devem ser espaçados a cada 60 cm. Tome cuidado para que a fresta entre placas coincida com o meio do montante.

Obs: nos pontos de encontro entre o drywall e a parede ou pilar, o montante deve ser fixado como as guias, não esquecendo da Banda Acústica, caso necessária.

Fixar: a fixação dos montantes pode ser feita com alicate puncionador, como no vídeo, ou parafuso.

Detalhes de reforços, portas e janelas: o próprio vídeo exemplifica um detalhe de porta que, “espelhado” para o lado inferior, é suficiente para a instalação de janelas, por exemplo.

Fixação das placas de gesso acartonado, isolamento e infraestrutura:

Para fazer a fixação das placas, é preciso prendê-las cerca de 1 cm acima do nível do chão. Podemos usar pedaços de placa como apoio. Posteriormente será aplicada massa tampando a fresta.

Tome cuidado com juntas entre placas muito próximas às quinas de portas e janelas: Por questões estruturais essas áreas recebem sempre as maiores tensões, por isso, para evitar trincas, é bom que as juntas entre placas fiquem, algo em torno de 20cm, longe de quinas.

Parafusos, a cada 25 ou 30 cm: Tome cuidado para que o parafuso fique a cerca de 1 cm da borda da placa.

Faça as placas de um lado da parede, coloque os isolamentos e tubulações e posteriormente feche o outro lado.

parafuso drywall
Tome cuidado para que o parafuso fique a cerca de 1 cm da borda da placa (Foto: Shutterstock)

2 – Acabamento:

Tratamento das juntas entre placas e entre placa e parede: “massa + fita de papel microperfurado + massa”. Esse tratamento é suficiente para que a superfície, nas juntas, fique lisa e uniforme.

Obs: é prática comum utilizar fita telada, o que é desaconselhado pelos fabricantes.

Massa nos parafusos: passar a massa, com a espátula, por duas vezes, fazendo um “x” sobre os parafusos.

Refinamento: normalmente não é necessário, porém é possível refinar o acabamento passando a massa e lixando algumas vezes, até que se atinja o nível desejado.

massa drywall
Passe a massa nos parafusos (Foto: Shutterstock)

Principais erros de instalação

Falhas no isolamento acústico: Em ambientes, como quartos, onde a passagem de som pela parede é muito inconveniente, é preciso executar o Drywall com isolamento acústico para evitar transtornos.

Falta de planejamento: planejamento é fundamental nesse sistema e sua ausência pode levar a consequências desastrosas. Ao contrário da alvenaria, em que “tudo se resolve com massa”, as correções no drywall significam refazer os serviços, levando a grandes perdas de material e tempo de trabalho.

Tratamento mal feito de juntas: Esse é um problema que é muito prejudicial tanto esteticamente quanto acusticamente. Se durante o acabamento o aplicador se esquecer de utilizar a fita apropriada ou fizer o procedimento de maneira não indicada pelos fabricantes, em pouco tempo aparecerão trincas.

Descarte inadequado do gesso: Gesso não pode ser descartado como entulho comum, eles precisam ser jogados em locais especiais para não contaminar o solo e os lençóis freáticos.

Bom pessoal, acho já podemos começar a construir, ou melhor, planejar para construir. Um abraço a todos.

 

*Este artigo foi elaborado em parceria com www.engenheironocanteiro.com.br

 

+ Veja como remover o papel de parede

+ Renove o visual da sua cozinha gastando 10 X R$ 75. Assista ao vídeo

+ Móveis inteligentes transformam um ambiente em cinco

+ Transforme sua sala em uma tarde com menos de R$ 1.000

+ Organize seu banheiro gastando pouco. Assista ao vídeo

+ Transforme o quarto de empregada em uma área útil

+ Saiba o que fazer se o pedreiro sumir no meio da obra

 

 + Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.