24/02/2007

‘Parede seca’ é solução aprovada

Fonte: Jornal da Tarde

Ségio Castro/AEZap o especialista em imóveisDrywall: elogiada por engenheiros e aprovada em casas de show e cinemas

Elogiado por arquitetos e designers por conta de sua praticidade na montagem e flexibilidade para criar ambientes, o drywall (‘parede seca’, em inglês) é outro tipo de tecnologia que permite alcançar o desejável conforto acústico.

Erguido dentro de casa com placas de gesso acartonado, o drywall é um conjunto de divisórias nas quais é recomendável preencher os vãos com lã mineral para absorver o som excessivo produzido.

“O isolamento acústico é muito bom. Por isso, o sistema é utilizado nas melhores casas de shows, salas de concerto e cinemas do País. A proteção sonora de uma parede em drywall é, no mínimo, igual a outra construída em alvenaria”, afirma o engenheiro Álvaro Villagrán, um dos diretores da Associação Drywall, instituição formada pelos principais fabricantes do produto no Brasil.

São Paulo é, atualmente, o maior mercado consumidor desse tipo de produto. No ano passado, foram consumidos mais de 15 milhões de metros quadrados de chapas de gesso, um aumento de 11% em relação aos números apurados pelo setor em 2005. De toda a demanda nacional, o Estado foi responsável por 48%. No Nordeste, o uso dessa opção mais rápida de construção também registrou aumento, o que mostra que o problema de poluição sonora é verificado em todo o Brasil.

Os especialistas reconhecem as vantagens do drywall, mas fazem uma advertência. Para áreas molhadas, como as cozinhas e banheiros, o sistema precisa receber um tratamento especial para não deteriorar com a umidade. As placas usadas nesse tipo de construção são chamadas de chapas verde.

 

Leia também

Para que não ‘sigam’ seus passos

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.