30/10/2006

Parque do Ibirapuera valoriza imóveis ao redor

Fonte: O Estado de S. Paulo

Vila Nova Conceição tem metro quadrado que pode custar até R$ 12,5 mil, e tem liquidez para o setor residencial

Filipe Araújo/AEZap o especialista em imóveis

Áreas verdes em parques bem administrados, conservados e “bem ocupados” podem valorizar os imóveis de seu entorno. Na avaliação do diretor da seção paulista da Bolsa de Imóveis do Rio de Janeiro, José D’Ávila, quem tem imóvel voltado para um parque tem a “frente indevassável ou visão perpétua”.
Ele explica que a valorização ocorre principalmente até cerca de seis quadras ao redor da área verde.

Parques como o Ibirapuera, Villa Lobos, Alfredo Volpi, Aclimação e Horto Florestal são bons exemplos na capital paulista. “Se fôssemos colocar os parques em ordem de concentração de valor ao seu redor, o Parque do Ibirapuera seria o primeiro”, afirma D’Ávila.

Os bairros de Vila Nova Conceição, Jardim Lusitânia, Vila Uberabinha e um trecho do Paraíso colado ao Ibirapuera são os locais mais cobiçados da região.

A Vila Nova Conceição é o setor mais valorizado no entorno do Parque do Ibirapuera, na avaliação dos diretores da VNC Imóveis, Marcos Goggi e Paulo Hoffmann.

Sócios na imobiliária especializada nos bairros da região, eles organizaram um banco de dados com o registro de todos os edifícios da Vila Nova Conceição, que inclui maquetes digitais com os prédios diferenciados por cores de acordo com a metragem. “O perfil dos imóveis do bairro é de alto padrão”, afirma Hoffmann.

O banco de dados da VNC mostra que há 151 prédios no bairro com unidades – flats ou apartamentos – que variam de 34 metros quadrados a 726 metros quadrados de área útil.

Paulo Liebert/AEZap o especialista em imóveisTranquilidade – Olhar da janela e ver o parque ou poder caminhar perto de casa atrai consumidores

É possível dividir a Vila Nova Conceição em dois setores: um mais próximo ao Parque do Ibirapuera entre a Rua Diego Jácome e Rua Inhambu, onde se concentram os recentes lançamentos. O preço do metro quadrado de área útil varia neste trecho de R$ 6,5 mil a R$ 11 mil para lançamentos. Imóveis usados, ou de terceiros, tem custo entre R$ 4,9 mil e R$ 12,5 mil.

O outro setor, entre a Avenida República do Líbano, Rua Antonio Joaquim de Moura Andrade e as Avenidas Santo Amaro e Hélio Pellegrino, já mais consolidada os preços de lançamentos variam de R$ 3 mil a R$ 5,5 mil o metro quadrado de área útil. O valor do metro quadrado útil dos imóveis usados, ou de terceiros custa a partir de R$ 3 mil.

Investimento

Para empreendedores que pensam em investir no bairro, Goggi diz que o trecho da Vila Uberabinha, especialmente as quadras que ficam entre as Ruas Afonso Brás e Hélio Pellegrino, ainda tem espaço que pode ser utilizado no futuro.

“É uma área com casas térreas”, afirma o diretor da VNC Imóveis. “O preço do metro quadrado ainda é mais barato.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.