29/10/2006

Parque Horto Florestal é o grande atrativo

Fonte: O Estado de S. Paulo

A qualidade de vida que essa área verde repassa aos moradores garante tranquilidade e “ar interiorano”

Hélvio Romero/AEZap o especialista em imóveisHORTO – Daniela, moradora do bairro, sempre que pode vai até o parque para praticar exercícios

O bairro do Horto Florestal, na zona norte da capital de São Paulo, foi o mais votado por especialistas do mercado imobiliário ouvidos pelo Estado como o de melhor qualidade de vida na região.

A categoria qualidade de vida, aliás, não poderia ser mais apropriada para o bairro que abriga um dos maiores parques da cidade, o Parque Estadual Albert Lõefgreno, mais conhecido como Horto Florestal.

A agente administrativa e moradora do bairro do Horto, Daniela Pinheiro, de 23 anos, afirma que é a tranquilidade que a região oferece o principal atrativo do bairro. Características que remetem a pequenas cidades do interior. “Tenho aqui tudo o que eu preciso. O Horto cresceu muito nos últimos anos”.

Mesmo com a distância para a região central da cidade, Daniela afirma que o bairro é bem localizado. “Não tem estação de metrô aqui perto, mas existem muitas linhas de ônibus”.

Outro fator do bairro do Horto que agrada à moradora é o baixo índice de violência local. ” O bairro é bastante tranquilo. Me sinto bem segura vivendo aqui”.

O apartamento em que Daniela vive com a família está bem próximo do parque Horto Florestal. Quando não há tempo para ir à academia, o parque é a solução. “Até prefiro ir ao Horto, fazer exercícios ao ar livre. Sempre que posso caminho e corro por aqui”.

Perto da natureza 

Para o arquiteto paisagista, Benedito Abbud, o Horto oferece aos seus moradores os serviços básicos. “Para serviços especiais, como grandes centros comerciais, as pessoas vão até Santana, que está bem próximo”.

O proprietário da Imobiliária Gouvea e Gouvea, Fábio Gouvea, acredita que a procura por imóveis próximos a parques e clubes na cidade de São Paulo seja uma tendência. “Além do Horto, há também a Serra da Cantareira, que conta com extensa área arborizada”.

A gerente de Marketing da incorporadora Klabin Segall, Marcela Carvalhal também aposta nesta novidade. Para ela, viver em uma região como o Horto é privilégio. “É morar em uma cidade como São Paulo e ainda assim estar em meio à natureza”.

Valorização

Em São Paulo, a presença de muitas árvores, flores e gramados é tão rara que acaba promovendo a valorização dos bairros mais próximos.

A disputa por terrenos para a construção de edifícios com vista permanente para o verde eleva os preços e promove a valorização dos empreendimentos.

A busca por mais qualidade de vida, por parte dos paulistanos, acirrou a disputa pelos imóveis da região. “O metro quadrado no Horto está entre R$ 600 e R$ 1.500”, afirma Gouvea.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.