27/01/2014

Peças de famosos roubam a cena na decoração

Saiba como usar adequadamente as obras de profissionais renomados nos ambientes da casa

Fonte: ZAP Imóveis
Peças de famosos roubam a cena na decoração
A arquiteta Evelin Sayar usou no seu projeto uma poltrona com tecido da Adriana Barra na sala (Fotos: Divulgação)

Peças de artistas renomados dentro de casa dão um toque especial aos ambientes. Para a arquiteta e designer Alessandra Delgado, diretora da Girona Design, as peças assinadas por designers sempre agregam valor ao local, pois são diferenciadas. “Seu visual oferece personalidade à decoração, tornando o ambiente único. São produtos que têm história para contar e, portanto, serão eternos”, avalia.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

Na opinião de Alessandra, essas peças devem ter destaque. “A decoração ao redor recebe o papel apenas de coadjuvante. Assim, a recomendação é utilizar em volta das peças assinadas apenas móveis básicos”, orienta.

Para a arquiteta Laurimar Coelho, ao usar uma dessas obras de artistas famosos, é importante observar o estilo do artista e qual a proposta do objeto. “Romero Britto, por exemplo, esbanja cores e está mais ligado a ambientes joviais. Mas nada impede que o projeto inclua uma de suas obras em um ambiente clássico como contraponto”, sugere.

A arquiteta reforça que a iluminação bem estudada também deve estar presente para valorizar a peça. “Não adianta gastar uma quantia significativa com uma peça valiosa se ela não tem seu merecido destaque no ambiente”, reforça.

Laurimar lembra que é preciso analisar bem a autenticidade antes de dar às obras um destaque mais do que especial. “Cópias também valem, desde que bem feitas e assumidamente cópias”, adverte.

A arquiteta Evelin Sayar, por exemplo, utilizou em um projeto estampas de Adriana Barra. Segundo Evelin, a cliente sempre foi apaixonada pelas estampas da estilista.

Por conta disso, Evelin propôs dar um destaque pontual ao projeto, colocando o tecido da estilista na chaise que fica no centro da sala, dando o destaque que a peça mereceu.

Coleção – Alessandra conta que a coleção 2014 da Girona Design terá uma linha completa de móveis assinados pelo escritório André Cruz Design & Ideias. As peças são baseadas em três conceitos muito comuns nos traços de André Cruz: o caráter escultórico, a leveza e o refinamento, tudo aliado ao potencial da madeira.

As peças inspiradas na geometria misturam materiais e acabamentos e são trabalhadas de forma facetada, com recortes que criam uma sensação de profundidade, como na mesa Giord.

Peças de famosos roubam a cena na decoração
Destaque da sala é o quadro do Romero Britto

“Este móvel possui volumes simétricos dentro de espaços vazados, como se uma escultura fosse colocada dentro de uma moldura”, explica André Cruz. Já o rack Espelhos possui o recorte de peças espelhadas de maneira chapada. “Gosto de criar peças atemporais, que não seguem tendências e subvertem sua principal função, é uma base de mesa, mas também é obra de arte”, afirma Cruz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.