15/10/2006

Perdizes tem valorização constante

Fonte: O Estado de S. Paulo

Com boa oferta de serviços e próximo a zonas nobres como Higienópolis e Pacaembu, bairro se destaca

Filipe Araújo/AEZap o especialista em imóveisAtrativo – Perdizes tem alguns fatores de destaque, como ser um bairro tranquilo, mas próximo a pontos de vida noturna na cidade

 

 

 

Na segunda reportagem da série sobre bairros paulistanos, que desta vez aborda a zona oeste, Perdizes foi o mais citado por especialistas consultados pelo Estado no quesito infra-estrutura. Pinheiros e Vila Madalena também tiveram grande número de menções.

O estudante de Administração de Empresas Max Bortolacci, que mora em Perdizes há um ano, concorda com o resultado do ranking. “Eu adoro morar neste bairro. É bem localizado, perto das Marginais e da Região da Paulista. É um bairro tranqüilo, perto das regiões onde há diversão noturna.”

Um dos fatores que fizeram o estudante alugar o apartamento de um dormitório na região foi justamente a localização estratégica. “Gosto de morar bem perto de tudo. E à noite é um bairro que dá tranquilidade.”

Na opinião de Bortolacci, a região tem boa oferta de serviços como supermercados, lojas, restaurantes, além de um shopping, parque, e opções de atividades culturais. O acesso também é fácil para as demais regiões da cidade. “Trabalho e estudo na USP (Universidade de São Paulo) e demoro cerca de 20 minutos para chegar ao trabalho.”

Bortolacci não usa transporte coletivo, mas considera o bairro bem servido de linhas de ônibus. “Apesar de não existir uma estação de metrô no bairro, há estações próximas.” As estações Sumaré, Barra Funda e Vila Madalena cercam o bairro de Perdizes.

Para o diretor da Esser Empreendimentos, a grande vantagem é que Perdizes é um bairro com muito serviço. “Você tem supermercado, lavanderia, locadora, lojas, papelaria, colégio, tudo está perto.” “É um bairro consolidado onde os imóveis criam valor ao longo do tempo. É um dos bairros onde os imóveis estão em constante valorização”, afirma Tomas Salles,da imobiliária Lopes.

Zonas de valorização

De acordo com o diretor da Empresa Brasileira de Estudos sobre Patrimônio (Embraesp), Luiz Paulo Pompéia, há diferentes zonas de valorização em Perdizes.

O trecho mais valioso fica entre a Avenida Pacaembu e a Rua Cardoso de Almeida. Ali o preço do apartamento de quatro dormitórios chega a R$ 2,6 milhões. Uma das razões para a alta valorização desse setor do bairro é a proximidade com Higienópolis e Pacaembu. “Via de regra são prédios com um apartamento por andar, com áreas que vão de 250 a 400 metros quadrados, com quatro a seis vagas de garagem”, afirma Pompéia.

“Me recordo de uns anos atrás, quando o meu irmão era vivo (o consultor imobiliário Luiz Antonio Pompéia). Ele dizia que ia trocar o sobrenome de Pompéia para Perdizes, porque ia valorizar mais”, brinca.

A segunda faixa mais valorizada do bairro fica entre a Rua Cardoso de Almeida e a Avenida Sumaré, onde os preços dos apartamentos de quatro dormitórios são vendidos em média por R$ 810 mil.
Na região compreendida a partir da Avenida Sumaré em direção à Pompéia, os preços ficam entre R$ 450 mil e R$ 600 mil para apartamentos do mesmo tamanho.

Para Pompéia, algumas âncoras puxam a valorização do bairro. “As primeiras são as universidades PUC e Faap e a Uninove- estas duas últimas estão no Pacaembu e na Barra Funda, mas também emprestam valor ao bairro”, afirma.

Somado a isso, o bairro tem fácil acesso. “Seu limite é feito pelas Avenidas Pacaembu, Sumaré, Doutor Arnaldo e Francisco Matarazzo. São boas vias tanto para transporte individual como coletivo.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.