18/10/2017

Pesquisa mostra as características dos imóveis mais desejados para compra no Brasil

Amplo estudo contempla 30 municípios

Fonte: ZAP em Casa

Com o objetivo de trazer informações detalhadas sobre cada município, a companhia mapeou o perfil dos usuários, dispositivos utilizados para acessar o site, imóvel desejado – número de dormitórios, área privativa, vagas e bairros – e ranking de preço por m² por bairro.

+Baixe o App de Faça Você Mesmo do ZAP em Casa

+ Siga nosso perfil no Pinterest

Com este levantamento, desenvolvido pela área de Inteligência de Mercado do ZAP, são disponibilizados oito relatórios que analisam os mercados das regiões Sudeste, Sul, Nordeste e Centro-Oeste, além de um perfil detalhado sobre o Estado de São Paulo (dividido pela região metropolitana, interior e litoral). Ao todo, a pesquisa mostra as características de apartamentos usados mais desejados em 30 cidades diferentes.

Pesquisa mostra qual são imóveis mais desejados do Brasil (Foto: Shutterstock)

Com os números levantados, conseguimos perceber que as pessoas que estão procurando um imóvel para comprar no País, tem em média 38 anos, e a maioria são mulheres, representando 59% das buscas. Além disso, é possível notar que 58% dos usuários que acessam o ZAP utilizam o Mobile. Dentre as capitas que foram analisadas, vemos que Fortaleza é a que tem o maior percentual, representando 74% dos acessos. Em contrapartida, Florianópolis conta com 50%.

Ainda de acordo com os dados levantados, notamos que as características como número de dormitórios e vagas de garagem estão entre os itens que mais são levados em conta na hora de comprar um imóvel. Dentre os mais buscados em todo o Brasil, percebemos que são imóveis com dois e três dormitórios (81%) e uma vaga de garagem (70%).

Fazendo uma análise mais profunda das capitais pesquisadas, podemos afirmar que Recife é que a tem menor demanda por imóveis com dois dormitórios, representando 28%, enquanto Natal é a que possui maior percentual, 57%.

Além disso, no amplo estudo realizado, vemos que Rio de Janeiro é a capital com o preço médio por m² mais caro, em torno de R$ 10 mil. São Paulo e Brasília ocupam a segunda e terceira posição, com uma média de R$ 8.500 o m². Em seguida, aparece no ranking Belo Horizonte, Fortaleza e Florianópolis, onde os preços médios estão em torno de R$ 6.000/m².

(Foto: Noelly Capovilla/ZAP em Casa)

Se fizermos uma comparação, entre o m² mais caro (Rio de Janeiro), com o mais barato, Goiânia, podemos perceber que o m² na capital carioca é quase três vezes mais caro que em Goiânia.

Ainda com base nos dados divulgados, podemos ver que a região que mais busca imóveis com até 90m² é a região Sul, representando 76% das buscas. Já a região Sudeste é que menos busca um imóvel com essa metragem.

Além disso, a pesquisa mostrou que nos dados coletados e analisados, percebemos que dentre as capitais analisadas, somente Brasília conta com os mesmos bairros mais caros e mais desejados. Sendo que, dentre os cinco mais buscados e mais caros, o Setor Noroeste tem o preço médio do m² em torno de R$ 9.913, e o mais barato é o Lago Norte, onde o preço médio do m² está em torno de R$ 8.088. Já na região Sudeste, os bairros mais caros, Vila Nova Conceição, não é necessariamente o mais buscado.

+ Tecnologias despontam como soluções para o mercado imobiliário brasileiro

+ Crescimento imobiliário de 2014 poderá voltar só após 2019

+ Moradores terão experiência diferenciada em edifício que conta com aplicativo próprio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.