10/08/2012

Pintura das paredes envolve análise da área e do gosto pessoal

Pintura das paredes envolve análise da área e do gosto pessoal

Fonte: Revista do ZAP

Para conseguir o efeito de transformação ideal, avalie aplicar uma cor intensa em uma parede e não em um ambiente inteiro

Chegar em casa e ver a mesma decoração de sempre pode se tornar cansativo com o passar do tempo. Quem quer dar uma repaginada na casa de olho nas festas de fim de ano mas está com o orçamento justo ou não pretende aportar uma quantia elevada nisso, a solução é optar por alternativas baratas e rápidas. E acredite, é possível transformar um ambiente gastando pouco. Pintar as paredes, por exemplo, é uma ótima maneira de inovar. Mudar as cores propicia sensação de bem-estar e eleva a autoestima, dando um novo astral para qualquer espaço e morador.

Divulgação / Futura TintasCores vibrantes como os rosas e os alaranjados são algumas das tendências em alta em 2012

Para as arquitetas Dani Barella e Cris Paola, do escritório BP Arquitetura, de São Paulo, o primeiro passo antes de escolher a nova cor é observar se há iluminação natural e qual a incidência dela. Feito isso, deve-se avaliar a metragem do cômodo em questão e o gosto pessoal de quem vai habitá-lo.

Cores como laranja, vermelho, rosa e outras intensas aplicadas em uma única parede ou em um detalhe podem transformar. Segundo as profissionais, saber utilizá-las a favor de cada ambiente é tão importante como saber escolhê-las. Se a área for reduzida, por exemplo, a sugestão é utilizar tons mais claros, já que os escuros dão a sensação de redução do espaço.

“Substituir um sofá ou uma mesa de jantar pode sair muito caro, tornando-se muitas vezes inviável. Já pintar as paredes é fácil e representa a lavagem da casa e retirada de energias antigas”, explica Dani.

A partir deste mês, com as festas de fim de ano já não tão longe no calendário, o interesse aumenta. “As pessoas gostam de reformar a casa para o fim do ano, pois é uma época de novas promessas e esperanças. É normalmente quando as pessoas precisam de uma virada de página”, diz a profissional.

Na esteira de quem pretende levar a repaginação adiante em outros cômodos, a dica é abrir espaço para novas energias, jogando fora papéis e roupas velhas. “Não se deve conservar objetos quebrados e armários desorganizados. Não podemos esquecer que a organização do mundo exterior se parece muito com a visão interior de nós mesmos”, afirma Cris.

Leia mais:
>> Quer mudar sua casa sem precisar reformar? Aposte na pintura
>> Guia de pintura para casa: acerte na escolha das tintas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.