02/12/2015

Pintura valoriza imóvel na hora da venda. Veja por onde começar

Conheça as etapas da pintura e os benefícios que ela traz para o imóvel

Fonte: 100 Pepinos*

Pintar renova a casa instantaneamente e traz sensação de limpeza

O mercado imobiliário sabe que a pintura de casa valoriza o imóvel. Pintar tem baixo custo, se comparado a outras reformas, renova a casa instantaneamente e traz sensação de limpeza.

Pintar o imóvel antes de colocá-lo à venda valoriza a residência (Foto: Shutterstock)

+ Veja 5 cálculos simples que você pode fazer antes de iniciar a reforma

+ Vai reformar e não sabe quanto vai gastar? Veja dicas

Não pinte a parede, entretanto, se ela estiver rachada, com infiltração ou embolorada. Conserte primeiro. Pintura não resolve esses problemas; pode até esconder por um tempo, mas você terá jogado dinheiro fora. Para pintar, a superfície deve estar firme, coesa, limpa, seca e sem gordura, graxa ou mofo.

As principais etapas da pintura são: preparação da parede, proteção do ambiente (maçanetas, rodapés, tomadas, interruptores e chão), e aplicação de tinta.

Garanta que rodapés, interruptores e tomadas fiquem protegidos com fita crepe e o chão com papelão (Foto: Shutterstock)

Confira, abaixo, os itens que precisam de atenção:

– A parede deve ser preparada para a pintura. Lavar, secar e lixar, sempre. Se houver mofo, rachadura ou infiltração, conserte primeiro.

– Tenha certeza da cor e do tipo de tinta antes de comprar todo o material. Se tiver dúvidas compre amostras e teste a cor na parede. Ou use os simuladores de cores disponíveis em aplicativos e na web.

– Na hora de comprar o material, compare preço considerando o rendimento da tinta (divida o preço da lata pela quantidade de área que ela é capaz de pintar)

– Anote marca, tipo e código da cor da tinta e tirou uma foto dessas referências na lata. Isso serve para você comprar mais da mesma tinta se for preciso.

– Garanta que rodapés, interruptores e tomadas fiquem protegidos com fita crepe e o chão com papelão.

– Espere o tempo indicado na lata para secagem entre as demãos de tinta.

– Contrate um bom pintor, peça referências .E combine o que quer do serviço dele e como irá pagá-lo (não pague tudo antecipado)

 

Prefira tintas certificadas, pois as não certificadas podem até custar menos, mas têm o rendimento bem menor  (Foto: Shutterstock)
Prefira tintas certificadas, pois as não certificadas podem até custar menos, mas têm o rendimento bem menor (Foto: Shutterstock)

Multidão de tintas

Você vai ouvir recomendações do pintor, do lojista, do vizinho e dos outros experts e pode se perder na hora de escolher a tinta. O importante é que você entenda o que está comprando. Para simplificar, as tintas são diferentes em três aspectos:

– Resistência à água e atrito (tintas mais “leves” – Cal, Látex ou mais “pesadas” – Acrílica, Epóxi, Esmalte). Na maioria dos casos, a escolha fica entre Látex e Acrílica, e só às vezes,  Epóxi;

– Brilho (fosco, acetinado, brilhante)

– Qualidade que é basicamente o rendimento (econômica, standard, premium – as marcas se diferenciam por este aspecto).

A grande parte das tintas tem certificação de qualidade da ABRAFATI e tem um selo na lata. Prefira tintas certificadas porque as não certificadas podem até custar menos, mas têm o rendimento bem menor e você vai acabar gastando mais no final das contas.

Já fez tudo o que falamos aqui em cima, parabéns! Você está no controle! E lembre-se pintura não resolve problemas maiores: estruturais, de elétrica ou hidráulica. Conserte antes!

* site parceiro do ZAP  (www.100pepinos.com.br)

+ Reformar ou demolir? Veja o que observar antes de tomar a decisão

+ Como escolher e contratar pedreiros, encanadores e marceneiros 

+ Quando é necessário contratar um arquiteto? 

+ Coloque a documentação da reforma em ordem 

+ Veja dicas para evitar erros na instalação do piso vinílico

+ Veja algumas maneiras bacanas de mudar a cara da sua parede

+ Vai comprar um imóvel? Entenda os índices financeiros

+ Saiba quais as opções de financiamento imobiliário

+ Veja como deixar a cozinha planejada ainda mais prática

+ Decoração de apartamento pequeno: veja como solucionar a falta de espaço

 

+ Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Informe seu nome e e-mail no espaço para comentários desta matéria. Os dados não serão publicados nessa página

4 Comentários

  1. Olá, Nadja! Ficamos muito felizes com esse comentário! 🙂 Fique à vontade para comentar, compartilhar e dar sugestões sobre o nosso conteúdo. Abraços!

  2. boa tarde queria pintar a frente da minha casa com uma cor roxa,mas os detalhes brancos são obrigatórios? e como faço chão de cimento queimado? Dizem qe é muito caro e escorrega muito,podem me dar uma orientação?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.