19/01/2009

Piso permite composições variadas

Fonte: Jornal da Tarde

Pedras, blocos de concreto, grama e até materiais recicláveis: faça a sua escolha

Ao contrário do que possa se pensar, o piso drenante, entre eles o pisograma, não servem apenas para calçadas e caminhos para carros. Os fabricantes têm tomado cuidado de criar peças que formam ótimas composições com ambientes, confirma a arquiteta Débora Aguiar.

Zap o especialista em imóveisOs arquitetos Marcos Contrera e Marcos Biarari utilizaram o piso com pedriscos; Roberto Riscala preferiu grama preta

Ele deve ser utilizado de preferência próximo às áreas de jardins e externas. Mas, mesmo que sejam uma exigência da legislação, são decorativos e estão em alta. A utilização não deve ser uma obrigação, mas, sim, uma forma de preservar o meio ambiente.

Ao utilizá-lo, os arquitetos Marcos Contrera e Marcos Biarari, por exemplo, encontraram uma solução estética e funcional para a área externa de 9 m2 de um sobrado em Santo André, criando um local prazeroso, que leva para o escritório da família.

“Os moradores não queriam fazer manutenção. Então, nivelamos o piso e colocamos uma manta de bidim, tela plástica que evita o contato da terra com os pedriscos, mas permite que a água escorra para o solo”, descreve Biarari.

Para quem optar pela grama, o cuidado deve ser maior no verão. “Deve ser cortada até três vezes por mês, pois o clima cria uma estufa que a permite crescer mais.”

Jardins com pedriscos, segundo o arquiteto, necessitam de apenas serem lavados uma vez por mês. “O pedrisco pode escurecer por causa da poluição e da poeira. Mas basta uma lavada que a sujeira escorre para o solo”, completa.

O paisagista Roberto Riscala preencheu o piso com grama na saída da Casa Cor 2007. Colocadas em faixas laterais beges, as peças criaram grafismos. “Desse modo, o ambiente foi permeabilizado e não dificultou a passagem de pedestres, em um ambiente de tráfego intenso”, explica. O profissional utilizou a grama preta, que não cresce e, consequentemente, não necessita de manutenção.

O arquiteto Benedito Abbud indica pisos mais ecológicos, feitos com trituras de pneus, para áreas de corrida. Macios, eles diminuem o impacto de caminhadas. Porém, drenam menor quantidade de água, diz o paisagista.

Em formato de blocos, os tamanhos de pisos drenantes podem ser 40 cm x 40 cm ou 10 cm x 20 cm e possuir formato de retângulos, quadrados e círculos, entre outros, o que permite trabalhar com cores, texturas, tamanhos e paginações. Existem mesmo os que imitam terra e pedras e que são feitos com casca de árvores.

ALGUNS TIPOS DE PISOS

1 – Solarium Revestimentos
Avenida Castelo Branco, 260
São Bernardo, 0800 774 4747

2 – H&T Cerâmica
Avenida Morumbi, 8.095, Morumbi, 5536-4727

3 – Prima Matéria
Rua Cunha Gago, 815, Pinheiros, 3814-8443

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.