20/11/2017

Porta de correr pode ser peça coringa para ampliar o espaço do ambiente, mas exige cuidados

São muitas as opções de estilos e de materiais e elas podem fazer parte da decoração de qualquer ambiente

Fonte: ZAP em Casa

A porta de correr pode ser uma peça coringa na decoração de um apartamento, principalmente em imóveis com metragem reduzida. Além de ter a possibilidade de despontar como uma solução para garantir mais espaço no ambiente, ela também pode dar um charme a mais na  decoração, deixando-a mais sofisticada ou descolada, a depender do tipo de porta de correr eleita. O gosto pessoal é que vai determinar se ela será  discreta ou se vai se tornar o destaque da decoração. Mas o que é fato é que ela é versátil e pode ser usada em qualquer ambiente. Porém, é  preciso tomar alguns cuidados para que, o que seria uma solução, não se  transformar em um grande problema dentro de casa.

+Baixe o App de Faça Você Mesmo do ZAP em Casa

+  Utilize o cupom ARKZAP e ganhe 10% de desconto em projetos de interiores na ArkDek

Uma das características da porta de correr é a versatilidade. Ela é bastante funcional e pode ser usada de diversas formas. A maneira mais tradicional é para delimitar os espaços. “É legal usá-la como divisória de ambiente. Pode dividir a área social da íntima, como separar a sala do quarto, por exemplo, porque no dia a dia fica o ambiente aberto, mas se você está recebendo uma visita e vai ligar o ar-condicionado na sala, consegue fechá-la”, diz a arquiteta Renata Inojosa. Porém, a porta de correr também pode servir para enriquecer a decoração. “Ela pode estar discretamente presente no ambiente ou ganhar um destaque todo especial, seja por um desenho caprichado, pelo material, pela cor ou mesmo pelas ferragens”, afirma o arquiteto Artur Diniz.

(Foto: Shutterstock)

Entre as vantagens, uma das principais é a economia de espaço. Para além disso, a questão estética também pode pesar na decisão. “Uma porta de giro, às vezes, inviabiliza uma circulação ou a utilização de um ambiente pequeno. E, além disso, as portas de correr valorizam os ambientes e lhe conferem ar de modernidade. Nos apartamentos menores, as portas tipo divisória de correr são cada vez mais imprescindíveis para integrar e delimitar os espaços”, acrescenta Artur.

Opções

São muitas as opções de porta de correr existentes no mercado. A escolha deve levar em consideração a questão prática do que fica melhor para aquele espaço e também a parte estética. “Podemos ter as portas de  correr tradicionais, suspensas no trilho superior. O trilho poderá ser  embutido no teto, fixo na parede ou mesmo aparente. Temos também as portas de correr com abertura sanfonada, as portas divisórias e as portas tipo painel”, enumera o arquiteto.

porta de correr
(Foto: Shutterstock)

As características do ambiente que vai receber a porta de correr podem ser determinantes na escolha do material. Isso porque alguns locais pedem materiais mais fáceis de limpar, outros pedem materiais mais resistentes à umidade e outros necessitam a garantia de maior privacidade. “Para o quarto, precisa pensar em uma acústica legal pra ver se ela vai fazer uma vedação direitinho”, diz Renata. Artur Diniz acrescenta que, nas salas de televisão, uma porta de vidro pode prejudicar a acústica e, em banheiros, é melhor usar portas mais resistentes à umidade.

Materiais

O estilo da casa também pode ser fator importante a ser levado em consideração na hora de escolher o material e decorar o imóvel com uma porta de correr. Inclusive são muitas as opções, como madeira, vidro refletivo ou fosco, policarbonato, PVC, alumínio, chapa metálica, ferro e muitos outros. “Na dúvida, prefira sempre os materiais leves, que vão exigir menos força para manuseio. Se usar a madeira, prefira uma porta de madeira leve, como o cedro. Portas revestidas com espelho vão proporcionar a sensação de aumento do espaço; portas ripadas ou de venezianas podem ser boas escolhas quando precisamos deixar o espaço arejado, principalmente para ocultar balcões de cozinha, closets ou áreas de serviço”, aconselha o arquiteto.

porta de correr
(Foto: Shutterstock)

Uma dica importante é que, se optar pela porta de correr, não vale a pena economizar nas ferragens porque um material de melhor qualidade pode evitar um problema em um futuro muito próximo. “Escolha a mais adequada, mesmo que custe um pouco mais, pois um bom funcionamento vai evitar o desgaste precoce da porta. Os puxadores devem ser de boa qualidade e bem firmes”, detalha Artur.

A escolha também deve levar em consideração o peso da estrutura e o ideal é optar por portas mais leves porque facilita o abrir e fechar diário, além de precisar de uma estrutura mais simples. Isso porque, segundo o arquiteto, o sistema de roldanas deverá ser especificado em função do peso da porta, do material e de sua espessura, além do gosto estético do cliente e da decoração adotada. “A questão é que, se ela não tiver trilho,  se for suspensa, tem que ter uma estrutura que suporte essa carga. Ela  tem que estar sempre muito bem nivelada pra que ela não solte do trilho. Ou seja, tem que ter uma mão de obra qualificada”, complementa Renata.

Estilo

São diferentes estilos, cores,modelos e formas de utilizações. Mas, ainda assim, é importante ter coerência na hora de escolher a porta de correr, já que elas devem dialogar com o estilo predominante da decoração da casa.

“Um ambiente mais clean pede uma porta lisa, com revestimento liso ou uma pintura; uma decoração mais clássica pede uma porta mais trabalhada, de preferência de madeira aparente ou pintada; uma decoração rústica pede uma porta igualmente rústica. Em ambientes mais descolados, uma porta pode ser trabalhada como objeto de arte, e se tornar o centro das atenções”, esclarece Artur.

porta de correr
(Foto: Shutterstock)

A decoração, no final das contas, depende do gosto do cliente. Tem gente que gosta de uma coisa mais clássica, tem gente que gosta de algo mais ousado. Portanto, a escolha das cores deve levar em consideração o perfil do morador do apartamento. “Se o desejo é ter um ambiente claro, o ideal é usar tons mais claros”, explica Renata. Já uma cor mais forte pode ser uma opção para quem busca um ambiente mais descolado. “Em um espaço mais moderno, certamente teremos a chance de ousar na cor. Prefira usar uma cor diferenciada em portas mais largas, pois ganham destaque e enriquecem a decoração”, completa Artur.

Cuidados

De toda forma, existem muitas questões que precisam ser pensadas e estudadas antes da decisão de ter uma porta de correr. “Ela tem que ser pensada, a começar por onde vai correr, se por dentro ou por fora. Em um quarto, por exemplo, se coloca ela pra correr por dentro na porta de entrada, não necessariamente vai ganhar espaço porque o quarto é pequeno e a porta vai correr pro lado onde estaria o guarda-roupa, então não poderia colocar”, explica Renata.

porta de correr
(Foto: Shutterstock)

Outra questão diz respeito à manutenção. Com o passar do tempo, as portas de correr podem emperrar devido ao acúmulo de sujeira no sistema de roldanas, problema que pode ser resolvido com a manutenção. “Por este motivo, prefira os trilhos aparentes, que permitem uma manutenção  Mais fácil”, conclui Artur.

+ Madeira e azulejo são opções sofisticadas e práticas para o piso

+ Cinco dicas de home staging para vender mais rápido seu imóvel

+ Inspiração: veja como combinar mármore e madeira na decoração

+ A internet vai invadir a decoração da sua casa

4 Comentários

  1. Gostei muito das sugestões.
    Gostaria que vcs me apresentassem sugestões de decoração nas cores bege, mostarda, vinho marrom e cinza.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.