22/01/2010

Poupança garante crédito imobiliário até 2014

Fonte: Jornal da Tarde

Os recursos de poupança devem ser suficientes para financiar o crédito imobiliário nos próximos três ou quatro anos, segundo o presidente da Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), Luiz Antonio França.

Atualmente, a poupança e o Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) são as principais fontes de recursos para o financiamento imobiliário. No ano passado, o financiamento imobiliário com funding da poupança cresceu 13,3%, para R$ 34,017 bilhões, com 302,680 mil unidades financiadas. Somando-se as 383 mil unidades financiadas pelo FGTS, o número chega a 683 mil.

Financiamento imobiliário com funding da poupança cresceu 13,3% (Foto: Verônica Lima)
Financiamento imobiliário com funding da poupança cresceu 13,3% (Foto: Verônica Lima)

O Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) deve emprestar R$ 50 bilhões em 2010 para financiamento de 450 mil imóveis novos e usados. Caso se confirme, o número será 47% maior do que os R$ 34 bilhões que financiaram 303 mil imóveis no ano passado.

Isso porque o mercado continuará sendo impulsionado pelo aumento da renda familiar no País, taxas de juros baixas e condições de crédito mais flexíveis oferecidas pelos bancos. “A crise teve maior impacto no setor no primeiro semestre de 2009. A velocidade das vendas de imóveis, por exemplo, já foi retomada”, diz Luiz Antonio França.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.