24/12/2003

Poupar e comprar o imóvel à vista

Fonte: Editoria Zap

Qual é a melhor maneira de comprar um imóvel? Essa é uma escolha muito relativa, levando-se em consideração que depende principalmente das condições individuais de cada comprador. Embora muitas pessoas enxerguem somente o financiamento habitacional como alternativa de concretizar o sonho da casa própria, as opções são várias e, entre essas, está a compra à vista.

Uma das vantagens dessa forma da aquisição à vista é que o comprador elimina o pagamento de juros e aumenta as chances de obter um bom desconto na compra, já que – com o dinheiro em mãos – tem maior poder de barganha. A desvantagem é que somente se tem acesso à compra de um imóvel com quatro ou cinco anos de poupança. Por isso mesmo, a indecisão do comprador fica entre usufruir o imóvel antecipadamente (como no caso de quem opta por um financiamento imobiliário) ou economizar durante anos, comprar no futuro e contar com a possibilidade de um desconto.

Embora a poupança seja vista como uma saída contra um endividamento financeiro, a disciplina é talvez o maior obstáculo no caminho do poupador, já que poupar exige tempo e perseverança. Significa, por exemplo, abrir mão de trocar o carro por um modelo mais novo e de deixar de adquirir temporariamente – ou melhor, durante alguns anos – outros bens materiais. Muitas vezes, o interessado se convence de que “se não comprar a prazo jamais vai conseguir comprar algo”. Por outro lado, se a pessoa tiver qualquer problema durante o prazo da poupança programada, ela pode simplesmente parar de poupar e nada perderá.

Quem opta por poupar deve se lembrar que corre também riscos e, o principal deles, lembra Miguel Ribeiro de Oliveira, vice-presidente da Associação Nacional dos Executivos de Finanças, é a exposição às variações da economia. “O preço do imóvel pode subir, o que demandaria mais tempo e dinheiro para comprar um mesmo imóvel.” Por outro lado, as taxas de juros que remuneram o investimento também poderiam cair, o que resultaria no mesmo atraso.

Diante disto fica claro que uma alternativa bastante viável, mas que muitos deixam de lado em favor da pressa de realizar seu sonho, é o de investir todos os meses para juntar um dinheiro suficiente para comprar sua casa à vista.

Mas tente enxergar o problema de uma outra forma: ao invés de ir a um banco e fazer um financiamento calcule a diferença entre o preço do aluguel e a prestação do financiamento, e veja quanto sobrou. Feito isso, cheque se aplicando a diferença mensalmente você consegue comprar o imóvel à vista, num prazo menor ou financiando menos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.