23/12/2006

Prazo para concluir obra é maior agora

Fonte: Jornal da Tarde

Para curtir a piscina no verão é preciso começar a construção no inverno. Os retardatários que deixaram para pensar no assunto apenas com a chegada do verão só poderão desfrutar a partir do Carnaval. “O que demoraria 30 dias para ser feito em outras épocas do ano, agora leva 45”, admite Rogério Gonçalves, gerente de produtos de jardinagem da Leroy Merlin.

A procura por piscinas aumenta consideravelmente nessa época do ano, e provoca gargalos em todos os setores do mercado. “Não são apenas as lojas que se complicam. As fábricas também têm problemas para produzir e entregar tudo o que é pedido, os construtores são pressionados a acelerar a obra pelos moradores. É mais difícil”, comenta José Antonio Campos, proprietário da Campos Piscinas.

Essa época do ano também não é favorável para quem deseja se embrenhar em uma obra de médio porte. As chuvas regulares do verão costumam atrasar a obra consideravelmente. “A água alaga tudo e é preciso secar. São dias de trabalho inúteis. Que maravilha seria se boa parte das pessoas pensasse na piscina na época do inverno, porque construir no meio do ano é muito melhor”, argumenta Germano dos Reis, técnico de vendas da Canto Verde Piscinas.

Quando a piscina a ser instalada é feita de fibra de vidro, uma das maiores operações é o transporte do tanque até o imóvel do comprador. “Nós não temos todos os modelos disponíveis para venda em exposição na loja. O cliente escolhe a piscina dele em um catálogo e, após a construção da parte de alvenaria, o fabricante leva a piscina até a casa”, detalha Gonçalves.

No caso da Leroy Merlin, a fábrica fica no Estado de Minas Gerais, o que contribui para aumentar um pouco mais a espera pela finalização de um dos maiores desejos no verão brasileiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.