26/01/2007

Preço de área subiu 300% em dez anos

Fonte: Jornal da Tarde

A Vila Leopoldina é imensa. Engloba em sua área o bairro de Vila Hamburguesa, além da maior parte do Alto da Lapa. Mas, o mercado imobiliário prefere utilizar a definição mais chique para atrair compradores: Alto da Lapa.

Tem muita gente de olho nessa região. Além da elevação no padrão das construções, o metro quadrado de terreno por lá teve uma valorização considerável. Para se ter uma idéia, o presidente da Empresa Brasileira de Estudos do Patrimônio (Embraesp), Luiz Paulo Pompéia, faz um comparativo: “Em 1995, o preço do metro quadrado do terreno na área predominantemente de armazéns – entre a Avenida Imperatriz Leopoldina e a Marginal Pinheiros – custava de R$ 150 a R$ 200. Hoje, o preço gira em torno de R$ 600 a R$ 800”, compara.

Já no setor residencial o aumento foi ainda mais considerável. Entre R$ 400 a R$ 600 era o que custava em 1995 e, atualmente, paga-se cerca de R$ 2 mil o metro quadrado. “Mas, existem construções que cobram até R$ 3 mil por metro quadrado. Uma valorização muito expressiva”, completa o presidente da Embraesp.

Apesar disso, o bairro ainda tem muito espaço para ser explorado. Pompéia destaca a região promissora que fica entre a Avenida Gastão Vidigal e a Marginal Pinheiros. “Tem boa chance de receber condomínios empresariais e transformar-se em uma nova Vila Olímpia”, destaca.

“Mas existe uma fatia do bairro que ninguém percebeu ainda”, alerta o especialista. Entre a estrada de ferro e a Marginal do Tietê, Pompéia observou uma pequena mancha residencial com alguns galpões, com grande oportunidade de ser explorada para a construção de centros comerciais.

Leia mais

 

Fácil acesso e bons vizinhos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.