03/02/2012

Preço de imóvel em SP e Rio ainda sobe acima da média

Fonte: Estado de S. Paulo

Alta nos dois principais mercados imobiliários do País foi de 1,2% e 1,3% em janeiro, embora a trajetória de valorização esteja perdendo fôlego desde setembro

Preço de imóvel em SP e Rio ainda sobe acima da média
Imóveis residênciais de São Paulo (Foto: Divulgação)

O preço do metro quadrado de apartamentos em seis capitais brasileiras e no Distrito Federal subiu 1,1% em janeiro, o mesmo valor de dezembro, mas continua em trajetória de desaceleração. A conclusão é do índice FipeZap, divulgado nesta sexta-feira, 3.

Em São Paulo e no Rio de Janeiro, os dois mercados imobiliários mais importantes do País, os preços aumentaram mais que o índice geral no primeiro mês do ano – 1,2% e 1,3%, respectivamente. Leblon continua o bairro mais caro do Brasil: são R$ 17,328 pelo metro quadrado. A região Ibirapuera-Vila Nova Conceição (R$ 9,644 o m²) segue no topo do ranking paulista.

A análise das valorizações acumuladas em 12 meses, porém, mostra que a escalada de preços já arrefece. Na capital paulista e na média geral, os apartamentos subiram 26,5% e 25,5%, respectivamente, entre janeiro do ano passado e o mesmo mês deste ano, mas o ritmo é menor desde setembro de 2011, quando os preços avançaram 29,5% e 29%, nessa ordem.

No Rio de Janeiro, onde os imóveis subiram 159% desde 2008, a perda de força do aumento de preços é mais avançada: passou de alta de 41,5% em setembro (12 meses) para valorização de 33% no mês passado.

Em Recife, na contramão do restante das cidades pesquisadas, o valor do metro quadrado avançou 3,4%. No Distrito Federal, o índice ficou estável, enquanto Belo Horizonte e Fortaleza tiveram avanços menores que o registrado um mês antes (0,5% e 0,4%) e Salvador subiu mais que dezembro (de 0,7% para 1% em janeiro)

Novamente, os imóveis menores foram os mais procurados e, por isso, os que mais se inflacionaram no período. Enquanto os apartamentos de um dormitório tiveram alta de 1,5% em janeiro, os de quatro ou mais dormitórios avançaram quase metade disso (0,7%).

O preço médio do metro quadrado no mês passado ficou entre R$ 7.847 (Distrito Federal) e R$ 3.610 (Salvador). Em São Paulo, foi de R$ 6.135 e no Rio de Janeiro, R$ 7.589. Nas 7 regiões pesquisadas, a média do valor anunciado foi de R$ 6.267.

LEIA MAIS:

Preço de imóvel tem menor alta em 15 meses

Verticalização atinge todo o País e 1 em cada 10 brasileiros já mora em prédios

1 Comentário

  1. Interessante o levantamento, porém seria útil que abrangesse também o segmento corporativo, tanto em relação a locação quanto a vendas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.