07/07/2014

Preço do metro quadrado em São Paulo sobe e já é segundo maior do País, aponta FipeZAP

Capital perde apenas para o Rio de janeiro, onde o metro quadrado chega a R$ 10.648

Fonte: Corretor Destaque*

Com a estagnação do valor dos imóveis em Brasília (DF), verificada em junho deste ano, São Paulo passa a registrar o segundo maior preço anunciado para o metro quadrado entre as 16 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap. Salário mínimo não paga aluguel nem de quitinete em regiões de São Paulo Leia também: Quantos imóveis valem … Continue lendo “Preço do metro quadrado em São Paulo sobe e já é segundo maior do País, aponta FipeZAP”

Com a estagnação do valor dos imóveis em Brasília (DF), verificada em junho deste ano, São Paulo passa a registrar o segundo maior preço anunciado para o metro quadrado entre as 16 cidades monitoradas pelo Índice FipeZap.

Preço do metro quadrado em São Paulo sobe e já é segundo maior do País, aponta FipeZAP
Preço do metro quadrado paulistano sobe em ritmo expressivo e atinge a segunda posição do Índice FipeZAP (Foto: Filipe Frazão/Shutterstock)

Salário mínimo não paga aluguel nem de quitinete em regiões de São Paulo

O valor médio da capital paulistana foi de R$ 8.124, e no Planalto Central, R$ 8.122. Já a média das cidades analisadas ficou em R$ 7.531. Os metros quadrados mais altos e baixos estão, respectivamente, no Rio de Janeiro (R$ 10.648) e em Vila Velha (R$ 3.934), no Espírito Santo.

Eduardo Zylberstajn, coordenador do FipeZap, aponta que os preços dos imóveis de Brasília estão estagnados. Já na capital paulista, continuam subindo em ritmo ainda mais expressivo. “Era uma questão de tempo para São Paulo subir e atingir uma média maior. Outras cidades da região sul – Florianópolis, Curitiba e Porto Alegre – também estão apresentando variações modestas mês a mês”, observa Zylberstajn.

Preço do metro quadrado em São Paulo sobe e já é segundo maior do País, aponta FipeZAP

O aumento anual do preço médio do m² anunciado no Brasil desacelerou novamente em junho, pelo sétimo mês consecutivo. O Índice FipeZap Ampliado, que acompanha o preço dos imóveis em dezesseis cidades, registrou aumento de 10,9% em comparação com o mesmo mês de 2013; em maio, a alta em 12 meses era de 11,7%.

Preço do metro quadrado em São Paulo sobe e já é segundo maior do País, aponta FipeZAP

O movimento de desaceleração foi mais acentuado nos últimos meses, já que no primeiro semestre de 2014 o aumento foi de 3,49%. Considerando a variação esperada para o IPCA de junho (que é de 0,34%, segundo o boletim Focus do Banco Central), a variação do preço médio anunciado das 16 cidades monitoradas será menor do que a inflação do primeiro semestre (3,68%). Ou seja, o valor dos imóveis subiu menos do que a média dos demais dados da economia. Houve, portanto, queda real de preços.

A cidade do Rio de Janeiro também registrou uma desaceleração importante: alta de 0,37% no mês de junho, a menor variação mensal desde março de 2008. A desaceleração na capital fluminense também é percebida na variação acumulada em 12 meses, já que em junho foi apresentou o menor aumento desde o início da série histórica (12,5%).

Preço do metro quadrado em São Paulo sobe e já é segundo maior do País, aponta FipeZAP

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

 

Fonte: Corretor Destaque

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.