25/07/2017

Preços dos imóveis comerciais terminam o primeiro semestre em queda

Entre janeiro e junho, o preço dos imóveis colocados à venda recuou 2,17%

Fonte: ZAP em Casa

Segundos números divulgados pelo Índice FipeZAP Comercial, houve um novo recuo nos preços dos imóveis comerciais em junho. Os imóveis que estavam destinados à venda, tiveram uma queda nominal de 0,10%, e os que estavam para a locação mostraram uma queda de 0,47%.

+Baixe o App de Faça Você Mesmo do ZAP em Casa

+ Siga nosso perfil no Pinterest

Com esse resultado, o Índice FipeZAP Comercial encerrou o primeiro semestre do ano com queda de 2,17% no preço médio dos imóveis colocados à venda, e recuo de 1,93%, no preço dos imóveis para locação. Comparativamente, a inflação IPCA/IBGE (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo/ Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística)  no período foi de +1,18%.

O Rio de Janeiro continuou no top do ranking (Foto: Shutterstock)

Considerando os últimos 12 meses, os preços nominais de venda e locação de imóveis comerciais recuaram 4,34% e 5,53%, respectivamente. Em termos reais, tendo em conta a inflação acumulada de 3,00% no período (IPCA/IBGE), destaca-se a queda de 7,13% no preço médio de conjuntos e salas comerciais à venda e o recuo de 8,28% no valor real das unidades destinadas para locação.

(Foto: FipeZAP/ZAP em Casa)

O investimento em imóveis comerciais tem oferecido um retorno médio inferior ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário), desde 2014 – diferencial que se acentuou a partir de 2015.

Ao longo do primeiro semestre, enquanto o CDI ofereceu uma rentabilidade (anualizada) de 13,5%, os proprietários de imóveis comerciais obtiveram um retorno médio de 1,3% – percentual que inclui a renda média do aluguel e a taxa de valorização dos ativos.

(Foto:FipeZAPl/ ZAP em Casa)

Em junho de 2017, o valor médio do m² anunciado nos municípios monitorados foi de R$ 9.882, no caso de imóveis comerciais à venda, e R$ 41,82, na locação. Rio de Janeiro se manteve no topo do ranking de venda, com o valor mais caro por m² (R$ 10.831), enquanto São Paulo lidera com o maior preço médio de locação (R$ 44,80) e a maior taxa de rentabilidade do aluguel, com retorno anualizado de 5,6%.

(Foto: Felipe do Vale)

+ Preço de locação de imóveis termina primeiro semestre em queda

+ Preço médio de venda de imóveis mostra novo recuo

+ Imóveis comerciais tem novo recuo em maio

+ Preço médio para locação de imóveis mantém estabilidade em maio

+ Índice FipeZAP registra maior queda nos preços dos imóveis desde 2012

+ Preço dos imóveis comerciais continua em queda em abril

+ Expectativa de queda nos preços recua no primeiro trimestre de 2017

+ Preço médio de locação de imóveis registra leve alta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.