14/09/2011

Press Café: aroma intenso e… nada de açúcar!

Press Café: aroma intenso e... nada de açúcar!

Fonte: Revista do ZAP

Confeitaria à francesa, baristas treinados e grãos selecionados proporcionam o local perfeito para a degustação

Investimento em uma forte qualificação profissional e uma linha de doces e pâtissier (confeitaria à francesa), são o segredo do sucesso do Press Café. Tal expertise exige dos baristas conhecimento desde a origem dos grãos até a extração de uma xícara de café perfeito. “Aqui, todos os baristas recebem treinamentos intensivos, e que nunca acabam; todos os meses eles são avaliados, em teoria e prática”, orgulha-se a supervisora de Qualidade do Press Café, Lisandra Brancher. O maquinário potente e bem-cuidado, o treinamento e a qualidade do café formam um tripé complementar. “Se todos estiverem no mesmo nível, o resultado será sempre simplesmente gratificante.” Press Café

Press Café: expertise, gostosuras e excelência em qualidade

De acordo com a supervisora, o Press Café utiliza grãos selecionados de procedência 100% arábica, uma espécie que proporciona aroma intenso, sabores marcantes, corpo e acidez: “Nosso blend é composto pelas variedades bourbon amarelo, catuaí amarelo e vermelho. Buscamos sempre uma bebida equilibrada e prazerosa”.

Para quem deseja preparar uma excelente taça da bebida em casa, a dica essencial é “comprar um café fresco, com validade recente, pois terá mais aroma e sabores; se puder, compre uma bebida gourmet – segundo ela, um café “livre de defeitos, elaborado com grãos selecionados de ótima qualidade”. Os cafés tradicionais, embora saiam mais em conta porque seus preços são mais baixos, possuem defeitos e são produzidos com espécies de grãos menos favorecidas. Portanto, não garantem um café perfeito.

Outra dica da especialista do Press Café é utilizar água mineral na hora de passar o café. Mas cuidado: o ideal é não ferver a água, mas deixá-la perto disso, a 90º, “para não queimar o pó”, afirma. O uso de adoçantes ou açúcar, por sua vez, é totalmente desaconselhável, pois “acabam destruindo os melhores aromas e sabores”. De acordo com Lisandra, o café já tem sete tipos de açúcares: “Adicionar outro seria como pegar um vinho gran reserva, colocar algumas colheradas de açúcar e beber; para os entendedores de café, isso é quase um crime”.

French Press

Prensa francesa é charmosa e mantém todas as propriedades do café

Empregar outros métodos de preparo do café também pode dar excelentes resultados. Prensar o pó, por exemplo, é uma maneira de passar o café à francesa. “Proporciona uma bebida agradável, parecida com o café passado, porém, sem filtro de papel, o que mantém todos os óleos essenciais do café”, aconselha. Para fazer um café à francesa, é preciso antes de tudo adquirir uma prensa francesa (french press). A cafeteira é charmosa e fácil de usar; possui um recipiente de vidro e um êmbolo com filtro na parte inferior. O método de extração do café também é simples: após esquentar a água, coloca-se o café (1 colher de sopa para cada 200 ml de água) no fundo da cafeteira e em seguida a água quente; mexe-se levemente com uma colher e aguarda-se o período de infusão (5 minutos); mexe-se mais uma vez e então coloca-se a tampa com o êmbolo para cima, que deve ser empurrado para baixo: pó é armazenado no fundo da cafeteira e a bebida, agora coada, na parte de cima.

Press Café Pâtissier

Pâtissier do Press Café oferece doces memoráveis com o legítimo toque francês

O método percolado, por sua vez, é aquele das cafeteiras Italianas, que resulta em uma bebida mais encorpada: “Comumente, podemos dizer que é uma bebida forte”. Um saboroso café acompanhado das preciosidades da confeitaria do Press Café é um prazer que pode ser apreciado a qualquer hora: o espresso casa bem com a torta Truffe (combinação engenhosa de brownie, trufa de chocolate, chantilly de chocolate meio amargo e amêndoas), trouxinhas de maçã ou cheesecake de framboesa. O cappuccino vai bem com o tradicional mil folhas, recheado com doce de leite ou creme pâtissier, que se desmancha na boca e deixa um sabor memorável. Já o mocaccino combina com a torta holandesa (creme, chocolate e mel).

Leia mais
>> Especial: Café, um universo rico em sabores, texturas e história
>> Café do Mercado: especialização em perfis de torra
>> Press Café: aroma intenso e… nada de açúcar!
>> Café do Porto: agito gourmet
>> Z Café: blends exclusivos e cardápios diferenciados
>> Confira as receitas exclusivas de cafés elaboradas por baristas e proprietários de cafeterias
>> Quais são os tipos clássicos de café, você sabe?
>> Conheça a trajetória histórica de coincidência e sucesso do café
>> Brunch: o café da manhã reforçado evolui para novos hábitos
>> Canecas para divertir e decorar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.