30/10/2006

Procura por imóvel comercial cresce em SP

Fonte: O Estado de S. Paulo

Casas, conjuntos comerciais e até mesmo galpões são alugados para expansão ou abertura de novos negócios

Marcio Fernandes/AEBuffet Tulipas: necessidade de abrir uma filial e aluguel de imóvel comercial

Reflexo da melhora da economia ou da necessidade de ganhar a vida com um negócio próprio, a procura pela locação de imóveis para uso comercial cresceu nos últimos meses na capital. Apesar de o motivo não ter sido identificado, o fato é que em algumas imobiliárias a procura cresceu até 50%. Os imóveis, sejam casas, conjuntos de salas comerciais e até mesmo galpões, são procurados por pessoas que estão dispostas a mudar de bairro, expandir os negócios ao abrir uma filial e até iniciar uma pequena empreitada. O preço varia de acordo com o tipo, tamanho e localização e objetivo do uso do imóvel. Quanto mais perto da região central mais caro é o aluguel.

Em muitos casos, alugar é a melhor opção para o pequeno empresário que não quer empatar dinheiro na compra do imóvel.
A necessidade de abrir uma filial do Buffet Tulipas, voltado para eventos como casamentos, fez com que a família Teixeira e Gomes, procurasse uma casa térrea no bairro da Mooca, praticamente ao lado da matriz. O negócio se expandiu e não havia mais vagas para eventos na agenda da casa. A solução foi alugar um imóvel perto – assim a cozinha pode atender os dois locais – que está sendo reformado para ter a cara do empreendimento.

A gerente administrativa de Locação e Vendas da Lello, afirma que a média de preços dos contratos assinados na empresa no primeiro semestre foi de R$ 15 a R$ 20 o m² do imóvel comercial. “Parte desta procura pode ser atribuída à melhora do cenário econômico. Mas a empresa investiu no treinamento de funcionários, publicidade e estratégia”, diz Roseli.

Centro – Na avaliação do diretor da Hubert Assessoria Imobiliária, Hubert Gebara, ainda não há motivos para euforia, mas a procura por imóveis comerciais aumentou nos últimos meses. “O mercado de locações reflete a economia do País. Acredito que o crescimento vai estar um pouco abaixo da inflação nos próximos meses”, afirma.

Segundo ele, como se construiu menos nos últimos anos a demanda e a oferta de imóveis comerciais está equilibrada. “Temos um otimismo cauteloso sobre o crescimento do mercado.”
Ele conta que a procura por imóveis na região do centro da capital cresceu nos últimos meses o que causou a valorização dos aluguéis em 1,76% no último mês. “Esta procura pode ser resultado da revitalização do centro”, diz Gebara. Além das obras na região, há também uma boa infra-estrutura de transporte e cabeamento subterrâneo de energia elétrica e fibra ótica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.