19/10/2008

Produtos que fazem bem ao ambiente e ao bolso

Fonte: Editoria Zap

Veja como a tecnologia pode lhe ajudar a gastar menos água e energia elétrica. Equipamentos de baixo custo controlam o uso de serviços e recursos naturais para baixar suas contas do mês

(Foto: Divulgação)
No mercado há diversas empresas de olho na demanda de consumidores preocupados com a sustentabilidade (Foto: Divulgação)

Em período de problemas climáticos e crise financeira mundial, reduzir o consumo de algumas contas faz bem para o meio ambiente e para o bolso, principalmente se o dono deste bolso acabou de adquirir um imóvel ou um carro financiado pelo banco. 

No mercado há diversas empresas de olho na demanda de consumidores que querem minimizar seus custos ou ainda que estão preocupados com o meio ambiente. Para aqueles que buscam diminuir o gasto com energia, a Simon Brasil é uma das que comercializam dispositivos que oferecem redução do consumo e ainda proporcionam praticidade na iluminação dos ambientes. Os produtos produzidos em quatro modelos comandam, automaticamente, o circuito de iluminação quando são detectados movimentos através da variação de sinais infravermelhos. Após o movimento cessar, o sensor se desliga e a luz se apaga, o que evita desperdício no consumo e, consequentemente, oferece economia de energia elétrica.

“Os preços dos dispositivos partem de R$ 38,50 e vão até R$ 68,58. Felizmente é cada vez maior a preocupação por parte de usuários finais, decoradores, arquitetos, engenheiros e profissionais da área de instalação elétrica em adotar em seus projetos soluções que visem à redução do consumo de energia elétrica”, diz o diretor comercial da Simon Brasil, Mozart Almeida.

A procura tem sido tão significativa que a empresa atingiu no ano passado um faturamento de aproximadamente R$ 8 milhões e, para 2008, a projeção é de um faturamento 100% superior, motivada pela ampliação do número de pontos de venda e do investimento em novas linhas de produtos no mercado nacional.

Outra maneira de baixar em até 80% a despesa com energia elétrica é instalar na residência o aquecedor solar compacto da Atrosol. Com produtos direcionados para todas as rendas,  o diretor-sócio da empresa, Newton Ferreira, explica  que atualmente o mercado vende equipamentos solares mais em conta porque as características européias e israelenses dos produtos foram substituídas pelas condições brasileiras. Tão boas quanto, porém com preços mais atraentes. Segundo Ferreira, um equipamento popular para um imóvel de 70m² a 80m² de área construída pode custar a partir de R$ 800, sendo que o convencional custa entre R$ 3.000 a R$ 4.000.

A conta de energia elétrica pode ser menor para a população que reside no sul do País, por exemplo. Já as cidades localizadas no noroeste paulista, na área central brasileira, na norte e na nordeste têm as condições ideais para o sistema. Isto significa que a energia solar, sendo utilizada como alternativa de economia no aquecimento de água, podem dar uma economia anual em torno de 70% na região metropolitana de São Paulo e 80% na região mais ensolaradas do estado, bem como um desempenho excelente nas regiões norte e nordeste do país. 

“No interior de São Paulo e Belo Horizonte este tipo de equipamento já esta sendo bem utilizado pela classe média. É comum ver nos telhados as placas captadoras de energia solar. Além disso, o governo também está se rendendo a esta energia, que é limpa, gratuita e ecologicamente correta”, comenta Ferreira.

Primeiro foi São Paulo, que no segundo semestre deste ano teve que obedecer a lei de instalar aquecedores solares em residências com mais de quatro banheiros, além de estabelecimentos comerciais que utilizam grande volume de água quente. Só esse fato tem feito muitos consumidores adquirirem os mecanismos necessários e aprovarem os resultados na fatura do serviço.

O equipamento da Astrosol pode ser aplicado para o aquecimento de piscinas, aquecimento de água de chuveiros ”o vilão das contas mensais”, banheiras, cozinhas e no aquecimento de água para processos industriais.

Dispositivo da Astrosol voltado para o vilão das contas altasA SuperGreen também aposta no mercado de energia solar. A empresa negocia e distribui sistemas e soluções sustentáveis em água e energia para a construção civil, colocando à venda a instalação de aquecedores solares de água a vácuo para chuveiros e piscinas. O sistema é inovador e aquece a água a temperaturas de até 90º, transferindo energia para o reservatório e gerando água quente com menos área de exposição ao sol. 

“Com um diferencial dos modelos disponíveis no mercado, os aquecedores a vácuo para água da empresa possuem eficiente isolamento térmico nos tubos de vidro que impossibilita o congelamento da água interna em regiões mais frias”, diz Alberto Conte, gerente comercial da SuperGreen. 

Além de contribuir para a sustentabilidade do planeta, os empreendimentos que adotarem os sistemas terão grande benefício econômico. Depois de instalado, o aquecimento de água passa a ser gratuito, o que representa em média 30% de economia na conta de luz. 

Produto que promete uma economia comercializado pela ZeppininA Zeppinin também possui produtos que evitam o desperdício e o uso consciente de água e energia. Paulo Rogério Fernandez, diretor da empresa, esclarecer que os sistemas têm uma série de produtos voltados a energia solar e para o tratamento preliminar do esgoto, cujo elimina parte das despesas com o fornecimento de água.

“O grande diferencial da Energia Z é a aplicação prática das estações solares fotovoltaicas como fontes geradoras de energia limpa para o auto consumo de residências, edifícios comerciais ou mesmo indústrias”, conta Fernandez.

Os painéis fotovoltaicos têm instalação rápida, são isentos de manutenção e garantia mínima de 20 anos, além de um custo acessível. Para instalar corretamente todo os componentes necessários para a geração de energia solar, a Energia Z dispõe de técnicos especializados, que fazem estudos sobre a incidência dos raios solares e também da viabilidade técnica do local onde a estação será instalada.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.