12/07/2013

Profissionais de arquitetura estão mais jovens

Profissionais de arquitetura estão mais jovens

Fonte: Revista do ZAP

Rio Grande do Sul é o terceiro Estado em concentração de arquitetos no Brasil

A arquitetura brasileira está ficando mais jovem, de acordo com uma matéria publicada no jornal Pioneiro. Hoje, 58,3% dos profissionais que atuam no país têm menos de 40 anos e está ganhando traços mais femininos. Até essa faixa de idade, 67,5% são mulheres. Entre os profissionais com mais de 40 anos, a divisão por sexos é mais equilibrada, com 50,9% de arquitetas. O perfil faz parte do primeiro censo da categoria, realizado pelo Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR) com o objetivo de dimensionar o mercado. A pesquisa foi realizada durante o cadastramento dos profissionais no novo conselho, criado no final de 2010 com o desmembramento da profissão dos conselhos de engenharia (Crea).

No Brasil, o censo aponta mais de 95,1 mil arquitetos, sendo que 10,2% desses estão no Rio Grande do Sul, terceiro Estado em concentração de profissionais, atrás de São Paulo e Rio de Janeiro. Tanto no Brasil quanto no Rio Grande do Sul há 0,5 profissional para cada 100 mil habitantes.

Segundo o presidente do Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo do Rio Grande do Sul (CAU-RS), Roberto Py, há boa distribuição de arquitetos entre Interior e Capital, embora existam algumas cidades sem profissionais residentes, mas atendidos por municípios vizinhos. No entanto, Py chama a atenção para a diferença de perfil e de atividades:

“O arquiteto e urbanista localizado no Interior tem seu exercício profissional muito centrado na realização de projetos e execução de obras, enquanto que na Capital dedicam-se especialmente à área de projetos.”

Na avaliação dos profissionais ouvidos pela pesquisa, a arquitetura está em expansão em suas diversas áreas de atuação. A opinião é compartilhada por Py, ressaltando que o cenário depende, também, das condições econômicas do país. E as perspectivas do presidente do CAU-RS são positivas, especialmente em função da formação de novos profissionais, com faculdades em diversas cidades do Interior, e do desempenho dos jovens arquitetos.

“Os arquitetos e urbanistas gaúchos trabalham muito e com bom desempenho, pois, se assim não fosse, não teriam, com certeza, a quantidade de serviços que a arrecadação do conselho demonstra”, diz Py.

A próxima meta do Conselho de Arquitetura é conhecer o perfil das empresas. Por isso, será realizado o recadastramento das pessoas jurídicas que atuam na área, possivelmente ainda neste semestre.

Mostra
Em Caxias do Sul, segue até o dia 28 de julho de 2013, no Office do Shopping Iguatemi, a Mostra Sala de Arquitetos 2013. A exposição conta com 32 ambientes produzidos por profissionais que traduzem nos espaços as principais tendências do setor.



Leia mais:
>> Construção civil cresce 4,5% no Brasil
>> Construção civil do país tem queda no nível de empregos em maio de 2013
>> Sistema que poderá dar um panorama de construções em andamento é apresentado em Florianópolis

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.