11/03/2013

Projeto em apartamento de jovem casal prima pelo estilo descontraído e inusitado

Projeto em apartamento de jovem casal prima pelo estilo descontraído e inusitado

Fonte: Revista do ZAP

Estilo dos próprios moradores dá a tônica ideal para decorar o apartamento a baixo custo

Logo que se entra neste apartamento de 60 metros quadrados, no décimo andar de um prédio no bairro Vila Ipiranga, em Porto Alegre, compreende-se que não se trata de moradores convencionais. O jovem casal proprietário, um DJ e uma arquiteta, buscaram nas próprias referências profissionais, experiências de vida e inspirações cotidianas a tônica para personalizar a decoração de interiores da primeira morada, tudo isso com um orçamento controlado. E não foi difícil porque a dona da casa é Luana Fernandes, a autora do projeto de interiores, juntamente com a também arquiteta Carla Tortelli, do escritório Arquitetando Ideias.apartamento-jovem-casal

Entregue no contrapiso, o living recebeu revestimento vinílico, com o visual aconchegante da madeira rústica. As réguas têm ainda a vantagem da manutenção fácil

jovem-casal-baixo-custo

Imagem geral do living mostra a integração total dos espaços sociais: cozinha, jantar e amplo estar

jovem-casal-baixo-custo

Durante o dia, enquanto ela trabalha fora, o quarto vira um estúdio, onde o marido DJ cria os sons que utiliza à noite. Para isso, as placas de OSB ajudam no isolamento acústico do ambiente

“Modernidade a pouco custo,essa foi a meta. A gente não queria gastar rios de dinheiro, mas queria resultado. Para a economia não aparecer, trabalhamos com peças de design diferenciado, detalhes de marcenaria e cores, no caso o roxo e o verde-limão, utilizados pontualmente”, ensinam a autora e moradora.

O desejo era claro: um espaço despojado, amplo e pronto para receber amigos. Originalmente de dois quartos, a planta foi quase totalmente repensada. Na remodelação, um dos dois dormitórios foi eliminado para aumentar o living e a cozinha americana toda aberta – com a remoção da parede divisória na área de serviço – e a suíte do casal ampliada. A morada hoje tem um living de amplos 30 metros quadrados e uma suíte de 12 metros quadrados.

No estar social, chama a atenção a parede divisória do quarto em chapas de OSB, material feito a partir de tiras de madeira prensadas, substituindo o MDF, com a mesma durabilidade e resistência e preço menor.

As placas utilizadas originalmente em obras como tapumes e instalações provisórias conferem forte ar industrial para a morada, em total sintonia com os dutos das instalações elétricas e os perfilados de alumínio à mostra nas paredes e no teto.

“Não queríamos rebaixar o pé-direito (de 2,60m) com gesso para não diminuí-lo mais e para não encarecer o projeto. Para isso, apostamos numa iluminação com perfilados aparentes e spots, que garantem um feito de luz moderno. Se trabalhar com uma decoração industrial, adota totalmente o estilo para não perder a estética”, recomenda Luana.

Clima inusitado latente em detalhes
Outro traço marcante é o uso de objetos de maneira incomum. No jantar, porta-copos com cães estilizados colados na parede junto à frase adesivada de Eleanor Roosevelt, ex-primeira-dama norte-americana: Do one thing every day that scares you (“Faça todo dia uma coisa que te assusta”):

“São apenas porta-copos que gostamos, mas como lembram os ícones do Iphone, resolvemos dar um uso diferente da funcionalidade primária”, diz Luana, ao mostrar também a dupla de saleiro e pimenteiro em louça de formato de dinossauro, ao lado da TV, como elementos meramente decorativos.

Arremata o clima funny exposto, além das frases de personalidades, as mensagens anônimas e os pôsteres emoldurados – adquiridos por valores acessíveis em sites internacionais de fotos e impressões artísticas.

“Com criatividade e informação, é possível achar quase tudo na internet e criar uma decoração diferenciada que é a cara dos donos”, comenta Carla.

Uma certa dose de ousadia também ajuda. Mas isso é o que não falta para esta jovem dupla de arquitetas.

“Coletamos dizeres que gostamos e agora temos a oportunidade de usar. Deixá-los à mostra na nossa casa é uma maneira de passar adiante e não mantê-los apenas conosco”, relata Luana.

Faça você mesmo: solução sem obra, adesivos nas paredes e piso
Na cozinha, o quadriculado em branco e preto na cerâmica da parede e do piso chama a atenção. Torna-se ainda mais interessante por ser um recurso simples e acessível. Em vez de colocar abaixo o revestimento monocromático e aplicar um novo bicolor, somando incômodo, custos de material e mão de obra, as arquitetas optaram por colar adesivos pretos nas peças brancas originais de dimensões 30cm x 30cm, criando efeito na cozinha aberta para o estar.

“Tiramos partido do clássico quadriculado em preto e branco para dar um ar criativo e fugir de mais uma obra. Para nós, criatividade é isso: ideias para transformar o comum no diferenciado”, explica Luana.

Neste caso, os adesivos foram feitos sob medida, no mesmo tamanho das cerâmicas, mas há opções prontas à venda. O adesivo da parede tem acabamento alto-brilho, e o do piso, resistente a alto-tráfego – como os usados em aeroportos e shopping centers – é fosco em função da necessidade da propriedade antiderrapante.

Em uso há cerca de um ano, as peças seguem com bom aspecto, sem descolar ou rasgar. Duráveis, as do piso exigem substituição eventual, mas as da parede não.

“Diariamente, arrastamos banquetas com pés de ferro sobre eles, o que acaba gerando pequenas marcas. Mas é um revestimento como outro qualquer – se tomarmos os devidos cuidados, dura”, finaliza a autora.

Gostou da ideia? Confira abaixo um passo a passo da própria arquiteta ensinando a reproduzir a solução em casa.

PASSO A PASSO
1. Limpar a superfície (neste caso do passo a passo, trata-se do piso, mas poderia ser a parede) com um pano seco para eliminar a poeira.apartamento-jovem-casal


 2. Umedecer a superfície para facilitar o reposicionamento do adesivo.

apartamento-jovem-casal


 3. Começar a colar o adesivo por uma das pontas.

apartamento-jovem-casal


 4. Vá esticando o restante do adesivo com auxílio de uma espátula (pode ser uma régua ou outro objeto, como um cartão de crédito) para evitar a formação de bolhas.

apartamento-jovem-casal


 5. Ajustar no local o adesivo colado. Se for necessário, eliminar com a espátula imperfeições que tenham restado.

apartamento-jovem-casal


 6. Secar a superfície e está pronto o trabalho. Veja o efeito no ambiente.

apartamento-jovem-casal


Obs: os adesivos desta matéria foram comprados na Geckostickers.

Intimidade irreverente
Na suíte do casal, Com 12 metros quadrados, destaca-se o azul-celeste utilizado nas paredes e até mesmo no teto do banheiro, para dar amplitude. Relaxante e calmante, a cor faz parceria com as tonalidades roxa, vermelha, cinza-chumbo e verde-limão também presentes pontualmente nas almofadas e na roupa de cama.

O clima industrial que rege o projeto de Luana Fernandes e Carla Tortelli, do escritório Arquitetando Ideias, no restante do apartamento invade intimidade adentro, com os mesmos perfilados em alumínio e os dutos da instalação elétricas aparentes no teto e nas paredes. Também as marcantes placas de OSB revestem uma parede.

A frase “Cada sonho que você deixa para trás é um pedaço do seu futuro que deixa de existir” adesivada em ripas de madeira com laca branca e preta acetinada ocupa a parede atrás da cama.

“Projetamos uma cabeceira, mas como a frase ficou tão bem, acabamos desistindo da ideia de um painel. A frase faz a função de cabeceira”, explica Luana, a arquiteta e moradora.

Durante o dia, enquanto ela trabalha fora, o quarto vira um estúdio, onde o marido DJ cria os sons que utiliza à noite.

“Não pretendemos ter filhos e nem precisávamos de um escritório, uma vez que eu trabalho fora. Porém, ele necessitava de um estúdio com notebook, duas caixas de som e um teclado de mesa,que foi montado no quarto”, detalha Luana.

Sem mesa de cabeceira, o lado da cama dela recebeu um armário alto, feito sob medida, em madeira de demolição e portas de vidro, onde Luana guarda bijuterias e acessórios.

Do lado dele, a mesa com tampo redondo diminuto comporta um relógio e um porta-retrato. Com isso, a luminária escolhida foi a de piso estilo refletor.

Leia mais:
>> Decorando a casa a dois: mão na massa garante exclusividade e economia
>> Sala de estar deve refletir a personalidade dos moradores
>> Como decorar gastando pouco

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.