09/02/2007

Propaganda é a ‘prova’ do negócio

Fonte: Jornal da Tarde

Guarde os panfletos de publicidade do seu imóvel para o caso de diferenças no que foi prometido

DivulgaçãoZap o especialista em imóveis

As ofertas para a aquisição da casa própria são muitas. Em cada esquina da Cidade, dezenas de garotas passam o dia entregando panfletos de novos lançamentos. Os bancos, por sua vez, a cada ano, conseguem disponibilizar mais recursos para o financiamento imobiliário. Com isso, quem tem como meta adquirir o próprio teto e sair do aluguel já tem muito o que comemorar.

Antes, porém, há um longo caminho a percorrer antes que o sonho se torne realidade. “Não compre com pressa”, alerta a coordenadora institucional da Associação Brasileira de Defesa do Consumidor (Pro Teste), Maria Inês Dolci. Como já diz o ditado, “a pressa é inimiga da perfeição”. E no caso de imóveis, em que o valor investido é muito alto, essa máxima é um item indispensável. Por isso, existem muitos passos que devem ser dados antes de ‘bater o martelo’ na opção que parece ser a melhor.

“É preciso que o consumidor tenha a noção exata do que ele precisa. Não dá para considerar apenas a beleza, o acabamento do empreendimento. Antes de tudo é preciso analisar com critério toda a rede de serviços próxima e se isso atende às necessidades da família”, diz a técnica do Procon-SP, Renata Reis.

Ainda no stand de vendas, a melhor alternativa é juntar toda a publicidade possível sobre o imóvel e exigir também o memorial descritivo e a planta. “Isso vai ser imprescindível para que o comprador possa verificar as medidas, a disposição dos cômodos e pensar nas alternativas de mudança na planta, de acordo com as necessidades da família”, diz Maria Inês.

A publicidade deve ser guardada até a entrega do imóvel, pois caso algo que tenha sido divulgado não seja cumprido, os panfletos servem como material para contestação na Justiça. “Guarde toda a publicidade. Ela faz parte do processo da compra”, concorda Renata do Procon-SP.

O memorial descritivo, por sua vez, é o documento que indica o acabamento que será usado na obra. Deve especificar a marca dos pisos, louças, azulejos e metais. E a planta deve conter todas as medidas do imóvel.

Maria Inês ensina ainda a pedir a planta do prédio. Por meio dela é possível ter a localização exata da unidade no empreendimento e analisar a incidência do sol durante todas as horas do dia.

As duas técnicas concordam que é muito importante consultar a vizinhança e visitar o local em diferentes horas do dia para saber como é o bairro, o trânsito, a iluminação e a segurança do entorno. Passar pelo local em dias de chuva também é uma boa alternativa para certificar-se que o local não sofre com alagamentos.

O que verificar antes de comprar um imóvel na planta

Se, no memorial descritivo, constam as marcas, modelos e qualidade dos materiais e equipamentos utilizados (madeira, granito, piso, louça, metais, elevadores, etc)

A idoneidade do incorporador e da construtora e se a obra está completamente legalizada perante os órgãos competentes, especialmente perante o cartório do registro de imóveis respectivo

Se os outros imóveis construídos e incorporados pelo mesmo grupo foram entregues no prazo certo, da forma prometida, e sem problemas

Se o terreno está quitado e se a obra será financiada e, neste caso, qual o agente financeiro e qual as unidades que serão hipotecadas

Se a planta aprovada está em sintonia com as informações publicitárias, se já houve retificação do projeto original e, se houve, qual o motivo

Se não há projeto de desapropriação da área ou se existem projetos de obras públicas para o local

Se o regime de construção está devidamente esclarecido,
inclusive quanto à remuneração da construtora e da incorporadora – empreitada (preço fixo) ou por administração, também conhecido como ‘preço de custo’

Se os valores apresentados estão atualizados para a data da assinatura do contrato e se não há qualquer dúvida quanto ao empreendimento, quanto à idoneidade da incorporadora e da construtora ou quanto à legalidade da incorporação

Leia também

Cheque a idoneidade da construtora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.