25/06/2009

Quanto maior o prazo, maior o gasto com juros

Fonte: O Estado de São Paulo

Apesar dos juros, quitar o imóvel em até 30 anos é uma maneira de realizar o sonho da casa própria

Antes de definir a linha de financiamento, o consumidor deve ter ciência de todos os custos que envolvem a operação (Foto: Divulgação)
Antes de definir a linha de financiamento, o consumidor deve ter ciência de todos os custos que envolvem a operação (Foto: Stock.nilogoncal)

Se por um lado, o fato de o mercado oferecer financiamento imobiliário para ser quitado em até 30 anos é um facilitador da compra da casa própria, também torna o crédito mais caro. Quanto maior o prazo, maior o montante de juros a ser pago, lembra Flávio Panhoni, professor de Finanças da Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap).

De acordo com Panhoni, antes de definir a linha de financiamento para a compra de um imóvel, o consumidor deve ter ciência de todos os custos que envolvem a operação. Ele ressalta que é preciso verificar o custo efetivo total, que inclui taxas de administração do financiamento, cobradas pelos bancos, além de registros e pagamento e o Imposto de Transmissão sobre Bens Imobiliários (ITBI), no caso de imóveis usados.

Embora os financiamentos cheguem a 90% do preço total, Panhoni recomenda que o comprador dê pelo menos 20% do valor de entrada. A prestação, segundo o professor, não deve comprometer mais de 30% da renda familiar. Ele acredita que quem puder estabelecer o desembolso mensal em 25% do orçamento, melhor.

No caso de imóveis usados, Panhoni considera fundamental uma avaliação criteriosa do imóvel antes da concretização do negócio. Ele afirma que, muitas vezes, valores mais em conta escondem a deterioração do bem. “Não adianta pagar muito barato e depois gastar parte da economia nas reformas e em impostos atrasados”, afirma. Ele sugere que antes da compra a pessoa tenha uma reserva financeira, seja para dar como entrada ou para quitar futuras prestações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.