09/09/2007

Quem tem pressa poderá cadastrar imóvel para ser vendido em leilão

Fonte: O Globo

Evento também será palco de palestras e seminários

O I Salão de Imóveis do Rio também será palco de leilões, realizados às 20h durante os últimos quatro dias de evento. Na concorrência pública, estarão imóveis que pertencem ao Banco Real e também de pessoas físicas que tenham pressa para vender o bem — nesse tipo de venda, ressalta a empresa organizadora, o proprietário deverá fixar um preço inicial pelo menos 30% mais baixo que o valor de avaliação.

Com programação visual inspirada nos cartões postais do Rio (estarão lá os Arcos da Lapa, o calçadão de Copacabana, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar), o salão também será movimentado por seminários e palestras. Temas como ocupação do espaço urbano, arquitetura sustentável, automação e segurança residencial estarão em debate. Entre os participantes estarão governantes, profissionais do setor de engenharia e arquitetura, jornalistas e economistas.

O colunista do GLOBO George Vidor, por exemplo, será o mediador do seminário “A ocupação do espaço urbano, suas causas e conseqüências num momento de significativa expansão imobiliária”, apresentado por representantes dos governos federal, estadual e municipal e do meio acadêmico, além de construtoras, Patrimóvel e Banco Real.

— A idéia é que o salão funcione como um shopping center, onde vendedores e compradores poderão encontrar, num mesmo ambiente, vários produtos relacionados ao segmento imobiliário — ressalta o presidente da Patrimóvel, Rubem Vasconcelos.

Setor institucional já tem 16 construtoras expositoras

No setor institucional do salão, já garantiram espaço 16 construtoras. Carvalho Hosken, Carmo e Calçada, Gafisa, Rossi, RJZ/Cyrela, CHL, Concal, Direcional, CR2, Canopus, Brascan, Klabin Segal, Agenco, PDG, Esfera e Modal vão apresentar aos visitantes seus empreendimentos em fase de lançamento e também com unidades já prontas. No primeiro semestre do ano, segundo a Associação de Dirigentes de Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi), foram lançadas no Rio cerca de quatro mil unidades, 15,8% a mais que no mesmo período de 2006.

O analista de suporte Rodrigo Mello é um dos interessados nos lançamentos. Ele acaba de receber uma oferta por seu dois-quartos em Botafogo e quer fazer uma sondagem no evento para ver se o valor é compatível com o cobrado no mercado. Vai aproveitar para procurar um outro imóvel para comprar:

— O mercado está muito aquecido, há muitos lançamentos. Vejo no salão a possibilidade de conhecer a maior quantidade de empreendimentos num curto espaço de tempo e, de repente, conseguir fazer uma boa negociação.

Vasconcelos conta ainda que, a partir do início de outubro, começará uma campanha de divulgação do salão um tanto quanto diferente — no Aterro do Flamengo e na Lagoa, serão montadas casas de vidro transparentes habitadas, cada uma, por uma família (na realidade, são atores). A idéia é, simplesmente, chamar a atenção do público para o evento.

Os interessados em cadastrar casas, apartamentos ou lojas para venda no salão devem acessar o site www.patrimovel.com.br ou ligar para a central do evento: 2108-0007. A empresa faz avaliação gratuita.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.