30/04/2010

Quer mudar sua casa sem precisar reformar? Aposte na pintura

Quer mudar sua casa sem precisar reformar? Aposte na pintura

Fonte: Revista do ZAP

Arquitetos dão dicas para harmonizar e escolher cores

Quer mudar a sua casa sem ter que quebrar paredes ou trocar todos os móveis? Aposte na pintura. É a melhor forma de “reformar” a baixo custo e mudar completamente a decoração sem grandes investimentos. E o melhor: você mesmo pode fazer a mudança.

“Uma das dicas é adequar a cor da tinta à mobília que já está na casa”, explica a arquiteta Maria Regina Felipe. Ela sugere que a pessoa olhe para seu mobiliário e trabalhe com contrastes. “Madeira tem uma cor quente, então pode ser apropriado usar na parede um tom mais frio.” E, segundo a profissional, assim como no ano passado as passarelas da moda foram invadidas pelo tom nude, ele está também na moda nas paredes.

sala

O arquiteto Raul Pegas, responsável por apartamentos decorados dos lançamentos imobiliários da construtora Rossi, vai na mesma linha quando sugere o uso de tonalidades da paleta off-white, que ele define como sendo uma variação do branco, “o branco sujo, que combina com tudo e foge para o bege”. O fato de ter elementos de bege na cor, segundo Pegas, dá uma sensação de aconchego.

Off-white e sofé vermelho

O segredo da harmonia
“Normalmente eu uso uma cor básica (off-white) em todo o apartamento. Depois, escolhemos pontos ou paredes a que daremos mais impacto, usando uma cor mais forte, que vai combinar com outra coisa que tenhamos na peça” (pode ser um sofá, uma bancada de trabalho, madeira ou um tom de laca usado no mobiliário), conta Pegas. É dessa forma que ele consegue harmonizar os tons da decoração do imóvel.

Maria Regina sugere que essas paredes de destaque sejam, na verdade, uma brincadeira com a intensidade da cor. “Você pode pintar três paredes com um verde suave e carregar um pouco mais (deixar mais forte) na quarta parede da sala. É uma forma de quebrar visualmente.”

Parede mais forte

Escolha de cores
Os dois arquitetos ressaltam que as dicas para harmonizar devem ser adequadas ao gosto do morador e que, portanto, a escolha de cores é bastante pessoal. Mas afirmam que o ideal é evitar o uso de cores primárias em favor de secundárias. Ambos argumentam que as primárias “cansam” muito rápido e tornam a combinação com outros elementos mais difícil por serem muito fortes.

Parede amarela

Dicas
Eles, entretanto, dão algumas dicas que podem servir para ajudar você na hora de escolher as cores que serão usadas:

– você pode sentir que a parede ficou mais escura que o que você pretendia por causa da iluminação. Por isso, sempre pense no tipo de iluminação que você tem em casa pois ela vai determinar se o tom será aberto ou fechado. Evite usar tons muito escuros em ambientes com pouca iluminação;
– use o “litrinho”. É uma embalagem de um litro de tinta vendida por todos os fabricantes e que é usada para teste. Pinte duas ou três tonalidades diferentes da mesma cor para ver qual ficará mais adequada à sua casa;
– além de trabalhar com tons nude ou off-white, Pegas conta que sempre usa cores brancas no teto. “Dá uma sensação de amplitude e limpeza e valoriza as outras cores”;

O que jamais fazer
Pegas vai um pouco mais além e sugere um conjunto de regras de o que não fazer de jeito nenhum na hora de escolher as combinações de tinta para sua casa:

– jamais misture amarelo com azul;
– jamais misture vermelho com amarelo;
– jamais pinte tudo de vermelho;
– cores fortes e escuras devem ser usadas com muita parcimônia para que o ambiente não fique tétrico.

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.