09/09/2010

Quitinetes e apartamentos de um quarto tem valorização de até 61%

Fonte: Jornal Extra
Quem não quer um cantinho para chamar de seu? Sair da casa dos pais é um dos passos mais importantes da vida. Mas, como os tempos são outros, os jovens não esperam mais o casamento para seguir adiante e entrar na vida “adulta”. E o ramo imobiliário acompanha esse movimento. De acordo com o Secovi Rio, a busca por quitinetes e apartamentos de um quarto representa 30% do mercado de compra e venda e locação da cidade. Mas quanto custa sair de casa?
(Foto: Divulgação)
Pequenos apartamentos representam 10% do total de oferta (Foto: Divulgação)

Quitinetes e apartamentos de um quarto representam, juntos, apenas 10% do total de oferta de imóveis do Rio. Devido a Lei Complementar 41, que estabelece área mínima de 30 metros quadrados para a construção, esse perfil de imóvel quase sumiu do mercado, valorizando as unidades existentes em até 61%, na comparação com os preços de agosto de 2009.

“Hoje, é mais viável construir apartamentos de dois quartos, que podem ter apenas 46 metros quadrados”, afirma Rafael Duarte, sócio-diretor da agência Perceptiva, especializada em Marketing Imobiliário.

Um sala e quarto em Copacabana, na Zona Sul, por exemplo, custa, em média, R$315.948 – 49% mais caro do que no ano passado.

Onde se escondem as preciosidades? – Como eles datam, em sua maioria, da década de 70, os quarto e sala e quitinetes da cidade se concentram em bairros mais antigos das zona Sul e Norte. Para quem está em busca de uma dessas raridades, Copacabana é o point no Rio: o bairro concentra 63% da oferta de conjugados e 43% das opções de apartamentos de um quarto, para compra ou aluguel, na cidade.

A estudante de Psicologia Vanessa Quevedo sabe bem disso. Ela demorou mais de seis meses para encontrar o tão sonhado primeiro apartamento. Em sua busca, passou por Santa Teresa, Vila Isabel, Laranjeiras etc., mas foi em Copacabana que encontrou o que queria.

“Foi muito difícil. Vi dois apartamentos no prédio onde moro hoje antes de alugar. A disputa foi grande, mas valeu a pena esperar”, conta Vanessa.

Na Zona Sul, o aluguel de um sala e quarto fica em torno de R$1.300. Na Zona Oeste, os quitinetes praticamente não existem, mas há 146 apartamentos de um quarto, com valor médio de R$1.147. Na Zona Norte, a média chega a R$600 e a locação de um imóvel de um quarto sai bem mais em conta. Em Vila Isabel e na Tijuca, o valor médio chega a R$582 e R$630, respectivamente. A oferta, porém, é pequena. De acordo com o Secovi Rio, existem apenas 45 unidades disponíveis na região.

 

LEIA MAIS:

Segmento popular é o que mais cresce

Imóvel de um dormitório vira raridade

Sacada, 3 quartos, 67 m²: é a nova arquitetura popular

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.