16/04/2013

Quitinetes ficam maiores e mais caras em São Paulo

Menor tipologia de imóveis do mercado ganhou mais metragem e uma elevação de 14,5% nos valores entre o primeiro bimestre do ano e o mesmo período de 2012

Fonte: ZAP Imóveis

Conhecidos como quitinetes, os apartamentos de um dormitório em São Paulo tiveram um aumento de tamanho e uma consequente alta nos preços em 2013.

Quitinetes ficam maiores e mais caras em São Paulo
Imóveis com este perfil passaram a ter, em média, o metro quadrado a R$ 7.841,21, quantia bem acima dos R$ 6.850,14 cobrados no ano anterior (Foto: Banco de Imagens / Think Stock)

Segundo levantamento da Embraesp (Empresa Brasileira de Estudos de Patrimônio), obtido com exclusividade pelo ZAP Imóveis, a menor tipologia de imóveis do mercado ganhou mais metragem de área construída e uma elevação de 14,5% nos valores entre o primeiro bimestre do ano em relação ao mesmo período do ano passado.

Em números absolutos, a área útil média ponderada dos bens com apenas um quarto aumentou de 37,93 m² nos primeiros dois meses de 2012 para 40,23 m² até o último fevereiro.

Já na comparação dos preços, imóveis com este perfil passaram a ter, em média, o metro quadrado a R$ 7.841,21, quantia bem acima dos R$ 6.850,14 cobrados no ano anterior.

Ainda de acordo com a pesquisa, as unidades de um dormitório, no entanto, foram as que registraram a maior alta na quantidade construída. Os números de lançamentos subiram de 129 apartamentos, entre janeiro e fevereiro de 2012, para 289 unidades neste ano, mais do que o dobro.

“Esta tipologia teve um aumento na procura, principalmente, devido aos novos arranjos familiares que temos nas grandes cidades nos últimos anos. Solteiros, casais sem filhos, viúvos e até o público GLS tem optado por este segmento”, apontou Luiz Paulo Pompéia, presidente da Embraesp.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.