30/10/2006

Raízes germânicas na zona sul

Fonte: O Estado de S. Paulo

O Brooklin Paulista é o bairro alemão por excelência da cidade de São Paulo. Parte do antigo município de Santo Amaro, a área foi escolhida pelos germânicos que saíram da colônia alemã em Parelheiros como nova casa. O nome Brooklin, segundo a encarregada de assuntos culturais do Consulado Geral da Alemanha, Irmgard Maria Fellner, significa pequena ponte em alemão da Idade Média.

A empresa canadense São Paulo Light and Power (depois Eletropaulo ) foi a responsável pelo “batismo” do Brooklin, conhecido anteriormente como Bairro do Cordeiro e Quinto Desvio. Em 1880, instalou-se na área a companhia Carris de Estrada de Ferro, que saía da Vila Mariana em direção ao então município independente.

O bairro começou de uma propriedade rural, a Fazenda Casa Grande, comprada, em 1867, pelo casal de alemães Carlos e Ana Carolina Klein. Posteriormente, os herdeiros venderam a fazenda ao alemão Júlio Klaunig, que se associou ao português Álvaro Rodrigues, vereador de Santo Amaro, iniciando o loteamento da área. Entre os moradores iniciais, havia maioria de alemães e portugueses. Pouco depois, vieram americanos, ingleses e canadenses, funcionários da Light.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.