02/01/2013

Reciclar não é um bicho de sete cabeças

Saiba quais são os materiais recicláveis para não jogá-los no lixo comum. Veja como encaminhá-los aos postos de reciclagem

Fonte: ZAP Imóveis
Reciclagem (Fotos: Thinkstock)

Para reciclar não há necessidade de separar os diversos tipos de material. Basta deixar um saco para o que pode ser reaproveitado e outro para resíduos comuns, como restos de comida.  Os principais materiais recicláveis são o metal, vidro, plástico e papel. Nas redes de supermercados, como o Grupo Pão de Açúcar e Wal-Mart, os consumidores podem depositar plástico, papel, metal, vidro e óleo.

A maioria das lojas tem recipientes para os resíduos reciclados que são aproveitados por cooperativas de catadores e ONGs de reaproveitamento.Dos materiais reciclados, as pilhas e baterias usadas merecem mais atenção. Elas contêm metais pesados altamente tóxicos, como cádmio, chumbo e mercúrio. Estima-se que no Brasil, são vendidos 800 milhões de baterias e pilhas por ano, que podem contaminar o solo e a água, causando sérios problemas de saúde.

Além dos supermercados, as lojas de celulares são obrigadas a receber as baterias e aparelhos usados. Os equipamentos são encaminhados ao fabricante, que pode reaproveitar algumas das peças e dar um destino apropriado às não reutilizáveis. Também as lojas da Drogaria São Paulo recolhem pilhas usadas.

O óleo de cozinha é outro vilão. Um litro deste material quando jogado no ralo da pia pode contaminar até 20.000 litros de água, além de aumentar em até 45% os custos de tratamento e provocar o entupimento das tubulações nas redes de esgoto. Para transformá-lo em sabão, coloque em garrafas plásticas e leve até os supermercados que contam com postos de reciclagem destinado ao produto.

Outro produto que pode ser reciclado é o pneu. Todos os meses 12.000 toneladas de pneus sem possibilidade de recauchutagem são coletados para reciclagem na cidade. O Programa de Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis da Reciclanip, uma entidade formada pelos fabricantes que transforma-os em materiais como solado de sapato e borracha de vedação. Há uma lista de pontos de coleta no site www.reciclanip.com.br

As lâmpadas fluorescentes, como contêm mercúrio em sua composição química, exigem muito cuidado ao ser descartadas. Poucas empresas fazem a reciclagem – uma delas é a Apliquim (www.apliquim.com.br). O produto quanto tratado pode ser usado como pastilhas e materiais de construções. Já as lâmpadas incandescentes convencionais podem ser depositadas nos aterros.

Já os isopores podem ser incluídos no recipiente dos papeis. Sozinho não polui nem contamina a terra, mas como leva centenas de anos para se decompor, acaba ocupando muito espaço, diminuindo a área útil dos lixões e eles podem ser reutilizados pelas empresas de eletroeletrônicos e alimentos (para as bandejinhas).

Produtos que podem ser reutilizados

Materiais que não podem ser recicladas – Cerâmicas, por exemplo, não costumam ser recicladas. Constam nesta lista também os objetos de acrílico, papéis plastificados (como o das embalagens de biscoito), papel-carbono, papel higiênico, fotografias, fitas e etiquetas adesivas, bitucas de cigarro, fraldas, absorventes e guardanapos.

26 Comentários

  1. Só gostaria de registrar que separar o lixo não é reciclagem, pois reciclagem é um processo industrial que reincorpora os rejeitos ao ciclo. As pessoas separam o lixo e o Pão de Açucar recolhe para fazer a destinação correta, isso é Coleta Seletiva dos resíduos.Obrigada!

  2. Acho muito importante a reciclagem, porém é um absurdo a falta de coleta seletiva e de postos de recebimento dos materiais. Moro em Campo Grande, Rio de Janeiro e não conheço nenhum lugar por aqui que receba os materiais ou empresa que faça a coleta. Se alguém souber me avise, por favor, inclusive para que eu possa passar a informação adiante. Obrigado.

  3. Um absurdo o rio quer ser sede de tanta coisa e nada de coleta…..a Conlurb deveria fazer este serviço,aqui tudo é dificil e atrasado,outros estados menos importantes q o Rio,já fazem uso dessa pratica há muito tempo.não da para acreditar!!!

  4. Sou fâ, a favor e admirador da reciclagem, mas acho que deveria ser mais divulgado pela Imprensa geral.São Paulo-SP

  5. S.O.S AO PREFEITO E SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE DA CIDADE DE UBERLÂNDIA-MINAS GERAIS!!!FORAM RETIRADOS DAS NOSSAS PRAÇAS TODOS TAMBORES AONDE COLOCÁVAMOS OS “NOSSOS LIXOS PARA SEREM RECICLADOS” E ATÉ AGORAUBERLÂNDIA -MG NÃO SE ENQUADROU NESTA IDÉIA PARA SALVAR O “NOSSO PLANETA”.”ESTAMOS DE OLHO!!!”

  6. “S.O.S AO PREFEITO E SECRETÁRIO DO MEIO AMBIENTE DA CIDADE DE UBERLÂNDIA -MG””FORAM RETIRADOS DAS NOSSAS PRAÇAS TODOS LATÕES AONDE COLOCÁVAMOS PAPÉIS-PLÁSTICOS-VIDROS-LATAS E ATÉ AGORA NÃO SABEMOS O QUE FAZER,POIS OS “CATADORES SÓ LEVAM O QUE FOR VENDIDO”.”A NOSSA QUERIDA CIDADE NÃO SABE COMO AJUDAR A SALVAR O MEIO AMBIENTE!!!””ESTAMOS DE OLHO!!!”

  7. Infelizmente, a reciclagem dos bens ainda é uma realidade muito distante da maior parte da população, seja pela falta de informação ou pela falta de serviços relacionados. O quê adianta separar os itens se o serviço público não faz coleta seletiva (você separa os bens mas quando o caminhão compactador passa todos são atirados no mesmo compartimento)? Algumas instituições colaboram com a reciclagem, mas ainda é muito abaixo do ideal: acredito que o governo deveria subsidiar ações relacionadas – por que não dar uma (pequena) redução nos impostos das empresas que disponibilizam postos de coleta seletiva? Ou mesmo (neste caso, sendo bem radical) obrigar (super)mercados a disponibilizar estes postos (novamente, não seria apenas isso, teria que ter todo um sistema, incluindo mais centros de reciclagem, mais coletores, tem o transporte também, e por aí vai)? No fim, tudo o que é melhor sai mais caro. Incluindo o modo de como nos livramos de nosso lixo.

  8. Apenas mais um detalhe: no site da COMLURB (responsável pela limpeza urbana da Cidade do Rio de Janeiro) (http://comlurb.rio.rj.gov.br/serv_coleta.htm)o serviço de coleta seletiva funciona (funcionava?) apenas na Zona Sul (¬¬ porque não estou surpreso?) e parte das Zonas Norte e Oeste, mas devido à atividade de catadores autônomos o serviço não deu certo.

  9. Sinceramente gostaria que no meu estado(R.J) houvesse está conscientização por parte das autoridades e população, e sugiro campanhas a nível nacional para ampliarmos estás idéias relacionads a “reciclagem”. Sou morador da Ilha do Governador um dos Bairros mais bonitos do Rio de Janeiro, mas sofremos com a falta de “reciclagem” prova disto, cito as nossas praias que estão praticamente em um todo contaminadas com resíduos de toda espécie. Não conheço e nunca observei um posto de “reciclagem” em nosso Bairro, espero que o meu desabafo sofra algum efeito junto com a opinião dos meus colegas acima, agradeço o espaço paz para todos.

  10. NÃO DESCOBRI AINDA, MAS PODE SER QUE JÀ EXISTA NO BRASIL. – PARECE QUE NESTA HISTORIA DE RECICLAGEM DO PLASTICO “NÃO” INVENTARAM “MOVEIS DE PLASTICO, TAIS COMO: GUARDA ROUPAS, ARMARIOS,CAMAS,ETC…” UMA MANEIRA DE ACABAR COM OS “CUPINS”. GRATO

  11. Junto garrafas pet para fazer vassoura e casas de brinquedo, porém não sei qual o tipo de cola para tal.

  12. Na minha cidade (Simões Filho-Ba) a reciclagem de lixo é um bicho de sete cabeças sim. Aliás, coleta seletiva de lixo sequer existe por aqui.É lamentável que a prefeitura deste município não se interesse pela preservação do meio ambiente.Sempre que posso separo meus materiais recicláveis e levo para Salvador na tentativa de contribuir com a preservação da natureza.

  13. A MAIORIA DAS PESSOAS SEMPRE ACHA DESCULPAS PARA NÃO RECICLAR ENTÃO VAMOS AJUDALAS MOSTRANDO O QUE O LIXO FAZ COM O NOSSO PLANETA.

  14. A MATERIA SOBRE A RECILAGEM INFORMA SOBRE OS PONTOS DE COLETA DE PNEUS NA RECICLANIP;POREM AO CLICAR EM RONDONIA NAO INFORMA NENHUM PONTO DE COLETA.PORQUÊ?

  15. Olá gente, acho muuuuito importante a reciclagem pois, coisa úteis, ficam no lixo causando problemas, é uma pena! Ver o disperdício é muito triste. Moro em Ipojuca-PE, aqui não tem coleta seletiva.

  16. moro em anapolis e nimguem sabe me informar sobre a recolheita do lixo recicavel, eu procuro separar ha um tempo o lixo orgânico do inorgânico mas coloco na rua pra o caminhão do lixo levar.Acho que todos temos o dever de cuidar do nosso meio ambiente, só falta consciência, basta querer

  17. acho bacana essa ideia da reciclagem se todos colaboracem as cidades seria muito mais limpas e a natureza e o meu ambiente muito mais respiravel, pensem nisso nos so temos a ganhar com isso.

  18. a camara de vereadores deveriam aprovar uma lei para que as lojas que vendem móveis,novos a retirar os móveis antigos,e dar uma destinação aos mesmos,como doação ou reciclagem dos mesmos,porque ia diminuir as enchentes em são paulo,porque a maioria jogam os móveis velhos nos rios e corregos.

  19. moro em Santana do Serido/RN,e vejo o desperdícios de materiais que poderiamser reaproveitado e outros reciclado para um novo produto, por isso precisamos de campanhas educativas na area de educação ambiental.

  20. moro em Santana do Serido/RN,e vejo o desperdícios de materiais que poderiamser reaproveitado e outros reciclado para um novo produto, por isso precisamos de campanhas educativas na área de educação ambiental.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.