26/10/2009

Redução do IPI até dezembro de 2010

Fonte: Jornal Extra

O setor de construção civil já pediu ao governo que mantenha a desoneração do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) em materiais de construção até dezembro de 2010. A solicitação foi feita por meio de um documento redigido pela Anamaco (Associação Nacional dos Comerciantes de Material de Construção), Abramat (Associação Brasileira da Indústria da Construção) e Abrafati (Associação Brasileira dos Fabricantes de Tintas), que participaram da 18ª Ecomac Bahia (Encontro dos Comerciantes de Material de Construção da Bahia).

(Foto: Agência Estado)
Desoneração do IPI não valeu para os estoques (Foto: Agência Estado)

De acordo com as entidades, diferentemente do que ocorreu com os setores de automóveis e linha branca, no caso dos materiais de construção, a desoneração do IPI não valeu para os estoques, já que o giro do segmento varia de 60 a 90 dias.

REPASSE TARDIO – As associações alegam que o desconto total correspondente à redução do imposto só foi repassado ao consumidor a partir de agosto. Isso teria feito, segundo os lojistas, que se adotassem preços médios, quando a medida foi aprovada, em abril, para atender os clientes, que já pediam preços menores na hora das compras.

Além disso, os empresários argumentam que a redução é fundamental para o programa “Minha casa, minha vida”.

ENCONTRE IMÓVEIS NO ZAP:

LEIA MAIS:

ENTENDA O PACOTE HABITACIONAL DO GOVERNO

ACHAR FIADOR FICARÁ MAIS DIFÍCIL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.