29/05/2019

Afinal de contas, vale a pena reformar o imóvel antes de colocá-lo à venda?

Avaliar o que precisa ser remodelado pode garantir mais agilidade no processo de venda do imóvel

Fonte: ZAP em Casa

Na hora de comprar um imóvel, o cliente sempre está em busca do lugar dos sonhos: bonito, com reforma em dia e sem defeitos. Afinal de contas, trata-se de um investimento alto, a longo prazo e que, muitas vezes, pode ser um bem que vai servir para o resto da vida. Portanto, nem só a localização e tamanho são importantes para a escolha.

O estado de conservação também pode ser fator decisivo: a primeira impressão é sempre muito importante e também pelo fato de que ninguém vai querer gastar muito mais ou esperar mais tempo antes de se mudar para “ajeitar” o imóvel. Portanto, na hora de vender um imóvel, vale a pena considerar se é melhor reformar antes de anunciar, o que consertar e quanto gastar.

O primeiro ponto a se pensar é que um imóvel em um bom estado vai acelerar a venda dele, afinal de contas, o cliente vai querer comprar um lugar que esteja, além de bonito, sem problemas estruturais.

Saiba como descobrir se a imobiliária por onde você está adquirindo um imóvel é confiável

reforma
Reformar o imóvel pode tanto valorizá-lo quanto aumentar as chances de venda (Foto: Shutterstock)

“Existem muitas pessoas que preferem fazer a obra para começar a vender com a reforma já feita. E isso, com certeza, vai atrair mais pessoas interessadas na compra porque vai poder entrar direto no imóvel sem precisar mexer em nada. Um imóvel em perfeito estado, sem precisar mexer em nada, com certeza vai atrair mais pessoas”, afirma Manoel da Silveira Maia, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Rio de Janeiro (Creci-RJ).

Inclusive, a agilidade no processo pode gerar menos desgaste e também mais economia. “Quanto mais demorar a vender, maior será a chance de perder dinheiro. O apartamento, quando não está com bom estado de conservação, pode ficar meses sem ser vendido. Daí o proprietário acaba entendendo que não vai conseguir e termina fazendo a obra. Depois, naturalmente vai passar mais alguns meses para vender”, diz.

Outro ponto que deve ser levado em consideração é que fazer a reforma pode aumentar o poder de venda do imóvel e, consequentemente, o seu valor. “Além disso, quando o apartamento ou a casa está muito desgastada, o comprador acaba jogando o preço para baixo porque ele não sabe quanto vai precisar investir em uma reforma. Se ele acha que vai precisar de R$ 50 mil para ajeitar tudo, ele vai colocar que terá que gastar mais R$ 80 mil, por exemplo”, acrescenta.

Banco privado e construtora firmam parceria para financiar na planta

reforma
Não é necessário um grande investimento em reforma para ter sucesso na venda (Foto: Shutterstock)

Porém, não é preciso fazer um grande investimento na reforma do imóvel. É preciso ficar atento ao que realmente precisa ser feito de obra. “O proprietário precisa verificar onde ele vai gastar mais. Em uma reforma, pode ser um custo alto ou baixo, dependendo do que ele queira fazer”, afirma Manoel da Silveira Maia.

Alguns pontos realmente precisam de maior atenção, mas, muitas vezes, alguns reparos são suficientes. Pintar as paredes do imóvel é uma medida importante, já que deixa com um aspecto melhor. Se for uma casa, ter atenção ainda para as paredes externas. Banheiros e cozinha são áreas valorizadas e devem receber um cuidado especial, principalmente com cerâmicas e vaso sanitário.

Além disso, fique atento à parte estrutural, afinal de contas, o antigo proprietário pode acabar pagando a conta no futuro se algum problema antigo aparecer.

Saiba o que é hipoteca e como funciona no Brasil

Veja como fazer um puff com pneu e corda de sisal:

+Saiba como usar o 13º salário para realizar o sonho da casa própria

+Veja como economizar nas contas de energia com o fim do horário de verão

+Jardins e Moema são os bairros com condomínios mais caros de São Paulo

+Conheça a importância de ser atendido por um corretor de imóveis diplomado com o CRECI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.