08/08/2013

Reforma total adapta imóvel de 60 anos para estilo de vida de homem que vive sozinho

Reforma total adapta imóvel de 60 anos para estilo de vida de homem que vive sozinho

Fonte: Revista do ZAP

Living integrado e com mesa de sinuca caracteriza imóvel pós-repaginação no centro da Capital

Cenário um: chegar em casa e tomar um drinque apreciando a bonita vista da Capital gaúcha. Cenário dois: reunir os amigos para jogar sinuca. Cenário três: receber a família para uma refeição preparada na cozinha integrada e degustada no jantar. Cenário quatro: ver confortavelmente um filme no home theater.

 reforma homem

Para o designer Mario Quintana, do Mario Quintana Escritório de Criação, o desejo de realizar essas atividades com conforto foram determinantes no projeto de reforma executado no próprio apartamento. Com 153 metros totais e localizado em uma parte alta do Centro, o imóvel de oitavo andar em um prédio de 1952 passou por uma repaginação total que eleva o living integrado a um patamar em total sintonia com o estilo de vida do morador. A começar pela mesa de sinuca, uma atração à parte no novo estar de generosos 78 metros quadrados de área.

 reforma homem

“A intenção foi transformar a minha casa em uma espécie de clube do bolinha, local prático onde os amigos se reúnem para conversar, relaxar e curtir um tempo juntos”, explica Mario.

 reforma homem

Para isso, o retrofit conceituado pelo designer em parceria com a arquiteta Estela Andreazza, e execução de Fernanda Salimem, baseou-se na integração de um dos três quartos ao living.

“A vista foi determinante. Tem dias que chego, sirvo um uísque e esta visão dos prédios faz parecer quase uma pequena Manhattan”, brinca.

Mescla de estilos e de sensações

 reforma homem

Outro ponto vital foi a troca do piso: o parquê original de pau-marfim, danificado por cupins, foi substituído por tacos de sucupira aplicados em estilo espinha-de-peixe. A madeira, junto com a tinta que imita concreto do home theater e o revestimento de tijolo na cozinha, compõe a trinca de elementos-chaves do projeto.

“A madeira dá a base acolhedora, e o concreto, a ideia de tecnologia. Já o tijolo é uma brincadeira visual responsável pelo toque rústico e de resgate do passado, tão importante para mim”, conclui.

Com prazer e simplicidade
A cozinha social integrada recebeu mobiliário fixo sob medida com acabamento melamínico em tom de madeira. O toque de cor fica a cargo do vidro vermelho-sangue escolhido para a frente de portas e gavetas.

“O vermelho foi uma escolha intuitiva para quebrar o marrom da madeira e o preto do granito. A cor intensa entra na cozinha, na mesa de sinuca, no nichos dos tacos e no revestimento listrado da poltrona do estar. É pontual, mas fundamental”,afirma Mario.

Na suíte principal, a solução simples e curiosa fica por conta das fotos feitas do telhado do prédio pelo próprio designer e fixadas acima da cabeceira:

“Esta é exatamente a vista que eu teria dali se tivesse uma janela acima da cama”, afirma.




Leia mais:
>> Arquiteta realiza o sonho dos pais numa reforma mais do que especial
>> Artista mineiro cria obras de decoração a partir do papelão
>> Casa Cor Paraná 2013 dita tendências de decoração

Tags: arquitetura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.