10/05/2012

Saiba como a automação de ambientes pode alterar a rotina da sua casa

Saiba como a automação de ambientes pode alterar a rotina da sua casa

Fonte: Revista do ZAP

Novas tecnologias possibilitam desde facilidades cotidianas, como controle de luminosidade, umidade e som, a remodelações dos espaços

O uso das tecnologias já existentes para facilitar as tarefas domésticas tem sido cada vez mais explorado. Comandos integrados e wireless podem operar milagres quando se trata de iluminação, jardinagem e conexão entre aparelhos. A possibilidade de ser recebido com um banho quente ao final de um dia longo de trabalho já existe, pois é só mandar uma mensagem de texto para a central de automação de sua casa para que ele seja preparado – e você ainda será avisado quando estiver pronto.

>> Confira a íntegra da edição 1 da revista impressa Pense Imóveis, onde a matéria foi publicada
>> Cadastre-se e receba a revista em casa

Divulgação
O espaço das fotos foi concebido para uma edição da mostra Casa&Cia pelo arquiteto Dall”Agnol R. Junior demonstra as possibilidades do uso da automação. Inspirado na dualidade do filme Fantasma da Ópera, o ambiente transforma uma confortável sala de estar numa moderna pista de dança

A automação pode resolver problemas simples, como a irrigação do jardim – economizando água e tempo – e a climatização da residência, utilizando um controle sem fio para programar a temperatura e o horário para ligar e desligar o ar-condicionado. Funções mais complexas, porém, também são possíveis com as novas formas de conexão. Por exemplo, o monitoramento das câmeras de segurança da casa de onde você estiver, por meio da internet, ou o acionamento de portões eletrônicos com o celular.

O leitor biométrico pode autorizar a entrada só de determinadas pessoas, sendo que cada dedo ativa um tipo de função: liga ou desliga alarme, abre ou fecha porta etc. Além disso, o proprietário pode liberar à distância que um visitante entre, vendo quem bate por meio das câmeras de um controle portátil. No que existe de mais moderno em automação, a opção “modo noturno” desliga a um clique todas as luzes e equipamentos de som da casa, aciona alarmes e trava portas.

Divulgação

O gerente de projetos da DTS Cinema em Casa e Automação Residencial, Pedro Kunz, diz que os serviços mais procurados são os cenários de luzes, que valorizam o ambiente e dão uma sensação de bem estar. O controle de cortinas e persianas motorizadas e a irrigação acionada manualmente ou em horários ajustados pelo próprio usuário também são requisitados.

Por fim, o sistema de som e imagem, em que é possível ter o controle absoluto através de painéis touch­screen de mão ou de parede. “A possibilidade de ativar diversos comandos através de um único toque e o comando de ações a distância – permitindo total controle sobre sua residência ou escritório –, são os motivos que aumentam a busca por soluções automatizadas“, explica Kunz.

Divulgação

Na 11ª Mostra Casa&Cia, o arquiteto Dall’Agnol R. Junior demontrou como é possível utilizar automação também para a reformulação de ambientes. Controlando luz, som e imagens e recolhendo mecanicamente móveis com o auxílio de controle remoto, o profissional proporcionou a transformação de uma área social convencional de uma residência numa pista de dança. A inspiração veio do filme O Fantasma da Ópera, em que o teatro, ao mesmo tempo que é palco de apresentações, também é a casa do personagem-título.

Divulgação

O ambiente muda a um toque em na tela touchscreen: a mesa central recolhe, dando espaço à uma luminosa pista de dança. Fecham-se as cortinas e, de dois móveis laterais, emergem equipamentos moving-heads de luz. Canhões de luz, monster-leds e caixas de som saem de espaços do teto, juntamente com um painel de luzes estroboscópicas.

Divulgação

Leia mais:
>> Aplicativo para celular permite preparar banho de banheira sem estar em casa
>> Aplicativos para iPhone ajudam você a decorar sua casa
>> Funções do home theater na palma da mão

Tags: tecnologia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.