14/10/2013

Saiba como deixar a decoração da sua casa high tech

Além de objetos tecnológicos, vale investir na automação para facilitar a vida dos moradores

Fonte: ZAP Imóveis

Na opinião do arquiteto Leo Di Caprio, devemos pensar em ambientes high tech não só como espaços que possuam objetos ou aparelhos tecnológicos, mas também em como a tecnologia pode nos auxiliar a viver no mundo atual, ou seja, rápido, com uma avalanche constante de informações e rotinas estressantes e intensas.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

“Precisamos ter em mente que a tecnologia pode nos ajudar a ter conforto e a poupar tempo para que possamos trabalhar, criar, além de administrar a casa e a família”, acredita.

Saiba como deixar a decoração da sua casa high tech
Segundo especialista, a automação possibilita também maior organização de informações de interesse dos donos da casa, como música e vídeo (Foto: Olegário de Sá e Gilberto Cioni)

Por conta disso, Di Caprio acha importante planejar a automação para a casa. “Ela não tem somente o objetivo de operacionalizar iluminação, som e vídeo (ou ainda outras funções), mas também a de poupar tempo e facilitar a vida de quem a opera, permitindo que essa pessoa viva dentro de suas expectativas e necessidades mais facilmente”, analisa.

Segundo o designer de interiores, a automação possibilita também maior organização de informações de interesse dos donos da casa, como música e vídeo.

“Em empresas, permite que os funcionários foquem em objetivos reais, pois facilita o dia a dia. Em atividades criativas, isso garante maior liberação da mente para a criação”, salienta.

Saiba como deixar a decoração da sua casa high tech
A escolha das cores depende da finalidade do espaço ou projeto (Fotos: Divulgação)

Ambientes

Para Di Caprio, os ambientes devem ter área para circulação fácil e rápida. A integração não se impõe só pela constante diminuição de espaço nos centros urbanos, mas também pela necessidade de realizar tarefas mais rapidamente e concomitantemente.

“A divisão clássica de casas compartimentadas não faz mais sentido atualmente, uma vez que dificulta a mobilidade e a conexão entre os espaços e, portanto, entre as pessoas e tarefas diárias. O mesmo vale para as empresas.”

Saiba como deixar a decoração da sua casa high tech
Os ambientes devem ter área para circulação fácil e rápida

Cores

A escolha das cores depende da finalidade do espaço ou projeto. “Um ambiente projetado para uma empresa de criação pode ter cores, texturas e criações específicas que estimulem o pensamento, a reflexão de quem está ali.

Já em uma casa, creio que cores claras e calmas facilitam o dia a dia ao não se colocarem como uma informação intensa, ou seja, deixam que o ritmo da casa flua ao mesmo tempo em que geram uma sensação de maior amplitude nos espaços”, avalia.

Di Caprio gosta dos contrastes, das composições que geram reflexão. “Ao mesmo tempo, as composições devem estar harmônicas”, conclui.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.