23/12/2013

Saiba como evitar que móveis e objetos enferrujem na casa de praia

Para combater a ferrugem é necessário providenciar a manutenção anual das peças com pintura especial

Fonte: ZAP Imóveis
Fique atento aos estragos que a maresia pode causar (Fotos: Thinkstock)

No verão, não há nada melhor do que aproveitar o calor numa casa de praia. Entretanto, nas cidades litorâneas, é preciso ficar atento aos estragos que a maresia pode causar.

A maresia é o spray formado por uma infinidade de gotículas de água do mar quando as ondas arrebentam na praia. As gotículas formam uma nevoa úmida que paira sobre as cidades litorâneas.

Quer receber mais dicas de decoração e mercado? Clique aqui e cadastre-se

Os processos corrosivos são espontâneos. Basta que o metal entre em contato com os elementos corrosivos existentes na natureza, que normalmente são a umidade, o oxigênio ou substâncias químicas oxidantes que compõem a água do mar, a poeira, ou os gases poluentes. Nas cidades à beira mar que são urbanizadas, a maresia se mistura à poluição, tornando o processo da ferrugem ainda mais intenso.

Para combater a ferrugem, a arquiteta Laurimar Coelho recomenda que os objetos de ferro sejam evitados. “Mas se isso não for possível, é necessário providenciar a manutenção anual das peças com pintura especial”, explica.

Um cuidado básico é limpar os móveis com um pano úmido ou sabão neutro

Segundo ela, é preciso usar uma base conhecida como zarcão e, na sequência, a peça pode ser pintada com tinta esmalte. No entanto, ela aconselha optar por materiais como alumínio, PVC ou madeira, embora a madeira também sofra com a ação da maresia.

Prevenção – O esforço para evitar os processos corrosivos visa a retardar um processo natural em curso. Nas casas de praia, o processo deve ser feito para a os objetos que ficam fora e dentro do imóvel e são semelhantes. A manutenção da pintura das paredes externas ou a aplicação de verniz anualmente já contribuem para atenuar os efeitos da maresia. Se o proprietário da casa deixar de proteger a estrutura externa, a maresia pode penetrar pelo cimento, atacando as vigas metálicas. Em longo prazo, a estrutura da casa pode ser comprometida.

O PVC tem sido muito usado para fazer esquadrias, pois esse material não é afetado pela salinidade marinha. Para a parte interna o ideal é investir em materiais plásticos, de aço inox ou madeira. Na superfície de eletrodomésticos, como geladeiras e fogões, é recomendável passar uma fina camada de vaselina líquida e cobri-los com capas de tecido com tramas bem fechadas.

Um cuidado básico é limpar a casa com um pano úmido ou sabão neutro, dependendo do caso. Isso evita a ação oxidante nas partes metálicas e protege contra a ferrugem. O menor número de ácidos agressivos torna as superfícies menos abrasivas.

Para os eletrônicos, uma boa dica é trocar os desktops por notebooks, pois eles são menos vulneráveis à ação da maresia. Cobrir os equipamentos não resolve, pois, ao ligar o computador, o ventilador da fonte empurra o ar da maresia para dentro do aparelho. No entanto, se você ligar o computador e ele não funcionar, experimente passar um secador de cabelos com ar quente. Ele seca a umidade e o aparelho volta a funcionar.

Utilizar regularmente os objetos e eletrodomésticos traz uma resistência maior e evita o acúmulo de umidade em seu interior.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.